Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Gestão do Património Natural

Curso

Turismo e Gestão de Empresas Turísticas (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Código

ULP623-13653

Disciplinas complementares recomendadas

Esta unidade curricular aborda conteúdos que serão úteis em disciplinas futuras relacionadas à gestão da relação entre o turismo e o património natural, sobretudo a disciplina optativa ¿Turismo e Sustentabilidade¿. A base sobre a consideração do património natural no planeamento turístico também deverá ser útil em disciplinas que pressupõem uma visão sistémica da atividade turística, como ¿Planeamento e Desenvolvimento do Turismo¿.

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

  1. 1. Património natural e turismo
    1. Património natural
    2. Geopatrimónio
    3. Ecoturismo e geoturismo
  2. 2. A importância da Natureza e da Geodiversidade
    1. Áreas protegidas, biodiversidade e conservação
  3. 3. Turismo em áreas protegidas
    1. Tendências e crescimento do mercado
    2. Potenciais benefícios
    3. Potenciais riscos
  4. 4. Educação ambiental e Ecoturismo
    1. Educação ambiental e biodeiversidade
    2. O papel do ecoturismo
  5. 5. Estratégias e instrumentos de Conservação da Natureza
    1. Instrumentos e políticas de conservação: Âmbitos internacional, Europeu e Nacional
  6. 6. As Redes Global e Nacional de Áreas Protegidas, Geoparques e Monumentos Naturais
  7. 7. Planeamento do turismo em áreas protegidas
    1. O turismo como parte da gestão de áreas protegidas
    2. O envolvimento dos stakeholders
    3. Gestão de conflitos
  8. 8. Rotas e percursos geoturísticos
    1. Inventariação, avaliação, conservação e valorização do património natural
    2. Grandes rotas geoturísticas portuguesas e eropeias
    3. Geoparques e geoturismo: casos globais

Objetivos

Ao fim da Unidade Curricular, os alunos deverão ser capazes de:

  1. 1. Perceber os conceitos de património, património natural, geopatrimónio, geoturismo e ecoturismo.
  2. 2. Perceber o papel do turismo na conservação da natureza e da biodiversidade.
  3. 3. Conhecer as dinâmicas do mercado, bem como os potenciais benefícios e riscos do turismo em áreas protegidas.
  4. 4. Planear o ecoturismo como ferramenta de educação ambiental.
  5. 5. Conhecer as principais estratégias e instrumentos de conservação da natureza em âmbito nacional, europeu e global.
  6. 6. Conhecer os principais exemplos de áreas protegidas, geoparques e monumentos naturais portugueses.
  7. 7. Planear o desenvolvimento do turismo em áreas protegidas.
  8. 8. Inventariar, avaliar e conservar o património natural no âmbito do planeamento turístico.

Metodologias de ensino e avaliação

Além de seções expositivas, as aulas incluem atividades teórico-práticas, como discussões temáticas, casos de estudo, atividades de pesquisa e quizzes. A avaliação inclui quatro elementos: dois trabalhos, um teste e a avaliação constante. O primeiro trabalho consiste na pesquisa e apresentação de um seminário sobre um tema pré-definido. O segundo trabalho consiste na elaboração de um plano de desenvolvimento turístico para uma área natural. Os alunos devem realizar o inventário dos recursos e um diagnóstico das necessidades de conservação, definir objetivos e desenvolver uma linha de ação adequada. O teste é objetivo, porém exige um alto grau de interpretação, bem como a capacidade de aplicação prática dos conteúdos. Por fim, avaliação constante considera o desempenho e a participação do aluno ao longo do semestre. Cada trabalho equivale a 25% da nota final, enquanto o teste corresponde a 40% e a avaliação constante a 10%.

 

Bibliografia principal

  • Eagles, P. F. J., McCool, S. F., & Haynes, C. D. (2002). Sustainable Tourism in Protected Areas. https://doi.org/10.1111/j.1755-3768.1951.tb07631.x
  • Ferreira, A. I. V. (2014). A conservação da Natureza como política pública e instrumento de proteção e sustentabilidade da paisagem. Caso de estudo: Baixo Alentejo e Algarve. UL.
  • Lück, M., & Kirstges, T. (Eds.) (2003). Global ecotourism policies and case studies - Perspectives and constraints. https://doi.org/10.1016/s0261-5177(03)00124-9
  • Pereira, P. J. da S. (2006). Património geomorfológico: Conceptualização, avaliação e divulgação. Aplicação ao Parque Natural de Montesinho (Vol. 1). Universidade do Minho Escola de Ciências.

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Arthur Araújo

30 minutos após o final de cada aula

Conforme  horário