Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Seminário e Estágio II - Prática, Reflexão e Avaliação

Apresentação

A unidade curricular de estágio II permite desenvolver espaços de reflexão/intervenção dos futuros Assistentes Sociais, em diferentes contextos sociais, contribuindo para a construção de um perfil profissional adequado às exigências e desafios da sociedade contemporânea; 

Curso

Serviço Social (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Anual | 35

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Código

ULP733-22052

Disciplinas complementares recomendadas

Esta unidade curricular é transversal a todo o curso;

Estágio profissional

Sim

Conteúdos Programáticos

Apresentação do programa, objectivos e competências. Inserção no campo de estágio: Organização/instituição; Temática e problemática;Serviço Social na organização/instituição; Destinatários da intervenção. Fases de intervenção em Serviço Social: Diagnóstico: Conceptualização, tipos, procedimentos e técnicas possíveis de utilizar; Definição de objectivos gerais/específicos; Planificação das actividades;  Avaliação: tipos e processos. Principais técnicas e instrumentos de trabalho do Assistente Social. Serviço Social: algumas abordagens da prática. Aprofundamento da problemática e das Políticas Sociais de acordo com os contextos de estágio. Coletivização dos Projetos em contexto de sala de aula Relatório final de estágio: organização da informação recolhida; critérios da escrita científica; estrutura do relatório.

Objetivos

Esta UC tem como objetivos: Conhecer o contexto institucional de estágio: instituição, área de intervenção, problemáticas e respostas sociais;Problematizar a intervenção do Serviço Social e identificar as atribuições e competências do/a assistente social; Articular os conhecimentos teóricos-prática, a realidade do local de estágio com vista ao desenvolvimento de habilidades para o exercício profissional;Experienciar métodos e técnicas relativas à problemática e população alvo;Propôr atividades de intervenção; Dinamizar as atividades propostas; Na prossecução destes objetivos, pretende-se que a experiência combinada da formação prática em contexto real de trabalho, desenvolva nos alunos da licenciatura de Serviço Social três tipos de competências: Competências relacionais (saber estar), competências instrumentais (saber fazer) e competências pessoais (saber ser). 

Metodologias de ensino e avaliação

Em sala, metodologias interativas e integradoras das diferentes dimensões teóricas do programa. A abordagem do programa por isso pode não ser sequencial, mas orientada em função dos momentos e necessidades do processo. A supervisão(Sup.)quinzenal (individual e/ou em grupo), baseada nas relações interpessoais contemplando as dimensões teóricas metodológicas e éticas em função de contextos e problemáticas institucionais vividas, é um espaço de estudo, programação e avaliação (av.)das ações do estágio (est.) e aprofundamento de conhecimentos e reflexão. A apresentação do Projecto visa trabalhar o rigor teórico, as técnicas de comunicação oral e a coletivização de saberes. Av. qualitativa (1ºsem) quantitativa(2ºsem), com contributos das duas instâncias de sup. Sup. institucional (50%) de acordo com grelha de desempenho; Sup. Académica (50%) de acordo com o processo de conhecimento e desenvolvimento de competências.Práticas Inovação Pedagógicas- Estágio voltada para uma prática reflexiva. 

Bibliografia principal

Amaro, Sarita (2015). Visita Domicilária. Coleção Educação e Trabalho Social. Porto: Porto Editora.

Baptista, M. V. (1979). Planejamento-introdução à Metodologia do Planejamento Social, S. Paulo: Cortez.

Benjamin, A. (1993). A EntFialho, Joaquim; Silva, Carlos & Saragoça, José (2017). Diagnóstico Social - Teoria, Metodologias e Casos Práticos. Lisboa: Edições Sílabo.revista de Ajuda. 5ª ed., São Paulo: Martins Fontes.

Caria, Telmo (coord.) (2017). Saber Profissional em Serviço Social - Uma perspectiva Etnográfica Situacional. Viseu: Ed. Psicosoma De Almeida, José Luis & Sousa, Paula (2016). Avaliação Diagnóstica na prática do Serviço Social. Viseu: Ed. Psicosoma

Pérez Serrano, G. (2008). Elaboração de Projectos Sociais - Casos práticos. Coleção Educação e Trabalho Social. Porto: Porto editora

Robertis, C.; Pascal, H.(1987). L´intervention Collective en Travail Social. Porto: Porto Editora.

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Carla Isabel Mota de Carvalho

Segunda Feira das 13h30m às 14h30m