Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Seminário de Investigação em Serviço Social I

Apresentação

A UC Seminário de investigação em Serviço Social I é uma unidade de interesse central na preparação dos alunos para a investigação em ciências sociais considerando a realidade social o campo de trabalho dos assistentes sociais e importância da dimensão investigativa para o processo de formação e para o exercício profissional. Assim esta UC pretende trabalhar com os estudantes as coordenadas para elaboração de projeto de investigação considerando seus elementos teóricos e metodológicos na definição do tema e do problema de pesquisa.

Curso

Serviço Social (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Código

ULP733-22053

Disciplinas complementares recomendadas

Seminário de Investigação e Intervenção em Serviço Social I; Metodologia de Investigação Social;Teoria e Metodologia do Serviço Social I, II, III; Etica e Deontologia do Serviço Social; História e Fundamentos do Serviço Social, Estágio I; e outras UC no âmbito das temáticas de investigação.

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS

Contextualização e particularidades

A pesquisa da realidade ¿ conhecer para intervir

Teoria, Criatividade e Método

 

2. INVESTIGAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

Objecto - O campo social coincidências e diferenças

Temas problemas e propostas metodológicas

A investigação como uma atividade comprometida com o conhecimento, com a ética e valores da profissão.

 

3. COORDENADAS DE INVESTIGAÇÃO

Tipos de investigação, condições e objectivos dos mesmos

Do tema ao problema - a construção do objecto

A questão do método

  • Lógica dedutiva e indutiva, quantitativo e qualitativo
  • Estudo de caso
  • História de vida
  • Definição do universo e amostra

Técnicas de investigação - Inquérito: questionário e entrevista

  • Observação,  Análise documental,  Focus Group

Apresentação de dados

Gráficos e tabelas

Análise SWOT, Genograma ecomapa

 

4. PROJETO

Os itens

Fase exploratória e construção: revisão bibliográfica, entrevista exploratória, definição de eixos de análise e construção de conceitos.

Objetivos

  • Introduzir os estudantes na actividade de pesquisa, desenvolvendo uma atitude investigativa inerente a actividade científica.
  • Entender a investigação em Serviço Social como actividade privilegiada no conhecimento da realidade social e dos problemas que se apresentam na ação dos profissionais.
  • Facultar a apreensão e domínio do processo metodológico de investigação que permita estruturar um projeto de invetigação habilitando os alunos com os elementos teóricos e metodológicos nomeadamente na definição do tema e problema de pesquisa;,
  • Aprofundar a temática definindo os suportes teóricos e procedimentos operativos inerentes a cada um dos projectos em desenvolvimento.

Metodologias de ensino e avaliação

A avaliação centra-se na concepção e execução de um projeto de pesquisa. Assim a metodologia de ensino concretiza-se por um sistema ativo de aprendizagem, aprender fazendo. Esta forma considerando o saber e o fazer, tem suporte no conhecimento e experiência do docente e sustentação no conhecimento anteriormente adquirido pelos/as estudantes e na vivência de estágio dos mesmos. Sendo essencial a dimensão operativa, esta concretiza-se com recurso a exercícios coletivos e na orientação teórica e metodológica dos projectos de grupo em desenvolvimento, os quais versarão temáticas sociais propostas pelos estudantes considerando a sua pertinência social e a relação com o serviço social.

Na avaliação da UC o projeto tem a cotação de  60 %. Elaboração e realização da entrevista exploratória 30% e a participação nas aulas e sessões de orientação, empenho e contributos na elaboração do projeto 10%.

Bibliografia principal

BAPTISTA, M. (2001) A Investigação em Serviço Social, Lisboa, São Paulo, CPIHTS/Veras.

BELL, J (2008) Como realizar um projecto de investigação, Lisboa, Gradiva.

BRUYNE, P. ; HERMAN, J. ; SCHOUTHEETE, M. (1991) ¿ Dinâmica da Pesquisa em Ciências Sociais, RJ: Francisco Alves.

CARMO, H.; MALHEIRO, M., (1998), Metodologia da Investigação. Guia para a auto-aprendizagem, Lisboa, Universidade Aberta.

FERREIRA, M. E. (2011) Ética e instrumentalidade no Serviço Social, VI Congreso International de Trabajo Social, Havana.

FORTIN, M. F. (2009) O Processo de Investigação, Camarate, Lusociência.

POIRIER, J. et all (1995) Histórias de vida, Teoria e Prática, Oeiras, Celta.

QUIVY, R.; CAMPENHOUDT, L. (1992), Manual de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa, Gradiva.

SPOSATI, A. (2007) Pesquisa e produção do conhecimento no campo do Serviço Social, Revista Katálysis, vol. 10, Florianopolis.

VILELAS, J. (2009) Investigação, O Processo de Construção do Conhecimento, Lisboa, Sílabo.

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Alex Fabiano de Toledo

Segunda-Feira 16:30 - 17:30