Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Sistemas Digitais

Apresentação

Esta disciplina identifica com clareza os princípios teóricos fundamentais dos sistemas digitais, permite que o aluno
    a) domine as técnicas formais de especificação e representação de circuitos digitais combinatórios e sequenciais, e
    b) fornece ao aluno o domínio das metodologias de utilização de circuitos digitais e o conhecimento dos tipos mais comuns de circuitos utilizados na realização dos blocos funcionais dos computadores .
Tem ainda como objetivo potenciar o desenvolvimento do racíonio lógico.

Curso

Engenharia Informática (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP452-7

Disciplinas complementares recomendadas

N/A

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

SISTEMAS DE NUMERAÇÃO
  - Métodos de sistema de numeração
  - Métodos das divisões sucessivas
  - Métodos das Multiplicações sucessivas
  - Aritmética (Soma, Subtracção )

ÁLGEBRA DE BOOLE
  - Propriedades e operações fundamentais
  - Teoremas de Morgan
  - Portas Lógicas Suficiência de porta Nor e And

CIRCUITOS COMBINATÓRIOS
  - Mapas de Karnaught
  - Técnicas de Bridging
  - Somadores e Comparadores
  - Multiplexores
  - Representação de Funções com Multiplexores Portas Tri-State
  - Descodificadores
  - Codificadores

CIRCUITOS SEQUENCIAIS
  - Latches e Flip-Flops Latch Estático
  - Latch Set
  - Latch Set-Reset Enable
  - Latch Tipo D
  - Flip-Flops Master-Slave
  - Flip-Flops Edge Triggered
  - Contadores
  - Contador em Anel
  - Contador Síncrono em Módulo 2n
  - Leitura de Mapas de Karnaught com variáveis inseridas 
  - Registos
  - Shift-Registers

PROJETO DE MÁQUINAS DE ESTADO
  - Máq. de Estado
  - Máq. de Moore e Mealy

DISPOSITIVOS DE MEMÓRIA
  - RAM
  - ROM
  - PAL

Objetivos

A disciplina de Sistemas Digitais tem como objectivo primordial disponibilizar ao aluno o conhecimento e os métodos essenciais à análise e projecto físico de computadores, com uma ênfase nos seus blocos funcionais que se baseiam em circuitos electrónicos digitais.
Pretende-se preparar o aluno para a realização da síntese, minimização e implementação dos circuitos lógicos combinatórios e sequenciais que são utilizados nos subsistemas digitais.

Metodologias de ensino e avaliação

O ensino da disciplina tem por base aulas teórico-práticas e aulas práticas. As aulas teórico-práticas são constituídas, no seu essencial, por sessões expositivas, que servem para introduzir os conceitos fundamentais da disciplina associados a cada um dos tópicos da matéria. As aulas práticas baseiam-se na análise, desenho e implementação dos conceitos teóricos, com recurso aos computadores e software de desenvolvimento instalado.

A avaliação final é do tipo continua, obtida através da realização de trabalhos práticos e um exame escrito, onde são abordados conceitos teórico-práticos):
    
Ponderação: Teste teórico de prova final (50%) + Trabalhos Práticos (30%) + Assiduidade/participação nas Aulas (20%).
A avaliação na Época de Recurso tem apenas em consideração o exame.

Bibliografia principal

  • ARROZ, Guilherme e outros, Arquitectura de Computadores: dos Sistemas Digitais aos Microprocessadores, IST Press (3a Edição)
  • Rodrigues, Victor Pimenta; Araújo, Mário Seia de - Projecto de Sistemas Digitais. Presença Padilla, A. J. G., 1993, Sistemas Digitais, McGraw-Hill de Portugal.
  • Baptista, C. P., 2002, Fundamental dos Sistemas Digitais, FCA, Editora de Informática. Marcovitz, A. B., 2004, Introduction to Logic Design, McGraw-Hill, 2nd Ed..

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala