Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Métodos e Técnicas de Análise Política II

Apresentação

"Métodos e Técnicas de Análise Política II: Introdução à Investigação Empírica em Ciência Política na Tradição Qualitativa" visa uma primeira familiarização dos alunos com os fundamentos, a lógica, os passos e os métodos e técnicas implicados no desenho e execução de uma investigação empírica em Ciência Política na tradição qualitativa (também designada como "pós-positivista" ou "interpretativa"). 

Curso

Ciência Política e Estudos Eleitorais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP618-222

Disciplinas complementares recomendadas

Métodos e Técnicas de Análise Política I.

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

  1. A distintividade da tradição qualitativa de investigação empírica em Ciência Política
  2. O roteiro de investigação típico na tradição qualitativa de investigação empírica em Ciência Política
    1. Os passos preliminares
    2. O passo da operacionalização de casos, agentes e contextos
    3. O passo da recolha e análise de dados e a questão dos modelos de investigação padronizados
  3. Introdução aos principais modelos de investigação padronizados utilizados na tradição qualitativa de investigação empírica em Ciência Política
    1. A observação participante
    2. A entrevista
    3. A análise histórico-contextual

Objetivos

Conhecer, no essencial, os princípios e a lógica em abstracto, por um lado, e os principais passos e métodos e técnicas de investigação práticos, por outro, habitualmente seguidos e utilizados na tradição qualitativa. 

Metodologias de ensino e avaliação

Sessões remotas (via MS Teams) de 180 minutos repartidas entre: exposição teórica (120 minutos); intervalo (15 minutos); e realização de um exercício prático (via Moodle) orientado para a consolidação de conhecimentos e o contacto directo com a bibliografia recomendada, acompanhado da correcção correspondente e do esclarecimento das dúvidas remanescentes (45 minutos). 

A avaliação contínua levará em conta os exercícios práticos realizados durante as sessões (20%) e uma frequência final abrangendo cerca de dois terços da matéria dada (80%). 

A avaliação não-contínua consistirá num exame final abrangendo a totalidade da matéria dada (100%).

Bibliografia principal

  • WEISS, Robert S. - Learning from strangers: the art and method of qualitative interview studies. Nova Iorque: Free Press, 1994.
  • CORBETTA, Piergiorgio - Social research: theory, methods and techniques. Londres: SAGE Publications, 2003.
  • GOODIN, Robert E. & TILLY, Charles (Eds.) - The Oxford handbook of contextual political analysis. Nova Iorque: Oxford University Press, 2008.
  • HAMMERSLEY, Martyn & ATKINSON, Paul - Ethnography: principles in practice. 4ª Edição. Milton Park: Routledge, 2019.
  • HALPERIN, Sandra & HEATH, Oliver - Political research: methods and practical skills. 3ª Edição. Oxford: Oxford University Press, 2020.

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Henrique Varajidás

(disponível em permanência via e-mail)