Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

My Story - Estórias na Primeira Pessoa


Agatha Moraes
Licenciatura em Design da Comunicação

Eu escolhi Design de Comunicação porque queria seguir no mundo das artes, mas não sabia exatamente em qual das artes eu queria seguir. Eu me encontrei na ilustração, é por isso que eu me inscrevi na Lusófona. Outro dos motivos foi porque me faltavam muitos documentos para entrar na Universidade, e a Lusófona acolheu-me, tendo essa paciência de esperar que os meus documentos viessem do Brasil para o Porto.


Alexandra Pinto
Licenciatura em Ciências da Comunicação

Vim para a Universidade Lusófona do Porto porque esta recebe pessoas com patologia motora ou visual, sendo a única, que eu conheça, com estatuto de Aluno com Necessidades Educativas Especiais e de facto esse foi o factor decisivo.


Cai He
Licenciatura em Turismo e Gestão de Empresas Turísticas

Já estou aqui a viver há 17 anos, acho que cada vez me sinto melhor nesta terra. Estou cada vez mais familiarizada com a Cultura Portuguesa, é como fosse a minha segunda casa. Escolhi o curso de Turismo porque ia ao encontro do emprego de que estava à procura no momento.


Camila Freitas
Licenciatura em Comunicação Audiovisual e Multimédia

Escolhi este curso porque realmente gostei das cadeiras que tinha, e como gostava também bastante da Cidade do Porto, achei que era uma boa oportunidade.


Diego Garcia
Licenciatura em Comunicação Audiovisual e Multimédia

Eu escolhi este curso porque eu sempre tive um certo interesse por Teatro e Cinema. No Brasil eu fazia teatro e com o tempo aprendi algumas questões sobre representação, mas aos poucos fui-me ligando mais à parte da imagem e para a parte do vídeo, durante as aulas, daí ter decidido ir para a área do Cinema, para a parte audiovisual.


Eugénio Saraiva
Licenciatura em Ciência Política e Estudos Eleitorais

Escolhi a faculdade, e esta faculdade, pelas ótimas indicações e referências que tinha de outros colegas, e em boa hora o fiz. Até porque esta possui um corpo docente excecional e que potencia não só o conhecimento dos alunos, mas também a capacidade dos estudantes pensarem pelas próprias cabeças e de se questionarem, procurando pensar mais além.


Valdemiro Kitamba
Licenciatura em Ciências da Comunicação

Estou cá em Portugal há 2 anos e 5 meses, escolhi este curso por ter estudado em Angola na área de Economia, um curso que tem como base a matemática. E quando me mudei para Portugal decidi fazer um curso que me desse uma bagagem teórica, por isso quando cá cheguei optei por fazer o Curso de Ciências da Comunicação, que é um curso que me ajuda a melhorar a parte da retórica e na oratória.


Wafae Bouaaliouat
Licenciatura em Gestão

Eu vim de Marrocos para o Porto porque esta é uma cidade incrível, tive uma boa experiência desde que cheguei. Eu escolhi esta área porque é a única que me permite chegar ao meu sonho e concretizar aquilo que quero ser no futuro, que é ser empresária e ter o meu próprio negócio. Escolhi esta Universidade por ser a única que tinha o programa de Alunos Externos, que me permitiu fazer o 1.º ano do curso e me deixou continuar sem ter de perder nenhum ano da minha vida.


Débora Amorim
Mestrado em Literacia dos Media e da Informação e Cidadania Digital

Como professora que se viu empiricamente trabalhando com Tecnologias Educacionais, em especial com Mídias Digitais, o Mestrado em Literacia dos Media e da Informação e Cidadania Digital se mostrou um caminho bastante coerente após a conclusão da minha primeira especialização, mais voltada para a Educação.

O Mestrado além de apresentar um corpo docente extremamente engajado e comprometido, com as demandas da defesa da democracia por meio da cidadania digital e das suas literacias, traz também o contacto com profissionais relevantes e engajados a nível mundial. É um curso extremamente rico e atual, e ouso dizer, necessário.


Nuno Cruz
Mestrado em Literacia dos Media e da Informação e Cidadania Digital

Uma vez que a minha formação de base é a Ciência Política, escolhi o mestrado em Literacia dos Media e da Informação e Cidadania Digital com o intuito de poder aprofundar o meu conhecimento científico no que concerne às desordens informativas e suas complexidades.

Urge, em nome da democracia, aprofundar o nosso conhecimento na temática como garante de uma sociedade mais instruída e devidamente informada. A escolha pela Universidade Lusófona do Porto foi a mais fácil de tomar. Conheço a casa e a disponibilidade do corpo docente em acompanhar os alunos em todo o seu percurso académico.