Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Planeamento de Proteção Civil II

Curso

Cartografia de Risco e Planeamento de Proteção Civil (PG) (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Pós-Graduação | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 45

Código

ULP2558-17011

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Medidas preventivas e planos de prevenção.
2. Medidas de intervenção e planos de emergência em edifícios. Planos de evacuação.
3. Simulacros em edifícios.
4. Planos de emergência de proteção civil: Processo de Planeamento de Emergência; Fases do Planeamento de Emergência; Agentes de Proteção Civil no Planeamento de Emergência; Documentos estratégicos no Planeamento de Emergência ¿ Planos de Emergência; Enquadramento normativo dos planos de emergência
5. Planos prévios de intervenção e planos de operações.
6. Planos de Coordenação de Eventos
7. Estudos de caso

Objetivos

Os objectivos desta unidade curricular visam a aprendizagem relativa à elaboração de planos de emergência internos e de planos de emergência de proteção civil.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Para além do reforço das capacidades de organização e planificação trabalho, de análise crítica dos problemas colocados, de auto-aprendizagem autónoma e adaptabilidade a novas situações, no final da UC o estudante deve evidenciar capacidade para:
- Elaborar planos de segurança, planos de prevenção, planos de atuação, planos de emergência e planos de evacuação em edifícios.
- Executar planos de emergência de proteção civil.
- Conhecer e aplicar as regras relativas à preparação, planeamento, execução e avaliação de exercícios e simulacros.

Metodologias de ensino e avaliação

A metodologia de ensino consiste numa exposição feita aos estudantes, com recurso a documentos em PowerPoint (fornecidos aos estudantes) e na resolução de exercícios práticos para consolidação de todos os conteúdos lecionados. O estudante contará com o suporte do docente no seu trabalho dentro e fora de aula.
A avaliação contínua é composta por uma prova teórica, correspondendo a 20% da nota final e a um trabalho prático correspondendo a 80% da nota final. O trabalho prático é objeto de duas apresentações. A primeira sobre o estado atual dos conhecimentos sobre o tema em análise, objetivos e metodologias a desenvolver. A segunda corresponde à apresentação final do trabalho. Todos os elementos de avaliação contínua são obrigatórios e a prova teórica tem nota mínima de 7 valores (em 20). A frequência das aulas é obrigatória e, para ter aproveitamento nesta modalidade, o estudante não pode faltar a mais que 30% das aulas.

Bibliografia principal

ANPC (2008). Manual de Apoio à elaboração e operacionalização de Planos de Emergência de Proteção Civil. Caderno Técnico PROCIV #3. ANPC.
ANPC (2011). Guia para a Elaboração de Planos Prévios de Intervenção ¿ Conceito e Organização. Caderno Técnico PROCIV #11. ANPC.
ANPC (2012). Guia para o Planeamento e Condução de Exercícios no Âmbito da Proteção Civil. Caderno Técnico # 22. ANPC.
ANPC (2011). Guia para a Caracterização de Risco no âmbito da Elaboração de Planos de Emergência de Proteção Civil # 19. ANPC.
Castro, F. e Roberto, P. (2010). Manual de Exploração de Segurança Contra Incêndio em Edifícios. Edição APSEI, Lisboa.
Erickson, P. A. (2006). Emergency Response Planning. 2th ed. San Diego: Academic Press.
Oliver, Clifford (2011). Catastrophic Disaster Planning and Response. CRC Press.
Pinheiro, João (2012). Medidas de Autoproteção de Segurança contra Incêndio em Edifícios ¿ Vol. I ¿ Organização Geral. ANPC.