Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

III Encontro de Cultura Visual

A terceira edição foi dedicada à temática Imagens entre Gerações, veja o resumo.



O I Encontro de Cultura Visual, dedicado à temática A partilha do visível: políticas do olhar, realizou-se no dia 11 de novembro de 2015, na Universidade de Coimbra. Este evento foi organizado pelo, na altura, recém-fundado Grupo de Trabalho de Cultura Visual da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação. Neste encontro, foi promovido a discussão sobre o papel dos média na manutenção e na superação das assimetrias que caraterizam a partilha do visível. Além de discutir as desigualdades que os media conformam ou desafiam, este encontro destinou-se, ainda, de modo mais abrangente, a reunir os investigadores de diferentes domínios disciplinares e fases de investigação.

O II Encontro de Cultura Visual, dedicado à temática Memória cultural, imagem e arquivo, realizou-se nos dias 14 e 15 de setembro de 2017, no Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho. Este evento foi organizado pelo  Grupo de Trabalho de Cultura Visual da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação e teve a parceria do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade. Este encontro procurou explorar o papel dos média e dos arquivos - materiais, textuais, fotográficos, audiovisuais, digitais-, na reconstrução da memória.

O III Encontro de Cultura Visual, dedicado à temática Imagens entre Gerações realizou-se nos passados dias 5 e 6 de dezembro de 2018, na Universidade Lusófona do Porto. Este evento é organizado pelo Grupo de Trabalho de Cultura Visual da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação. O III Encontro de Cultura Visual propôs a procura das relações que se estabelecem entre as "gerações", os média e as suas imagens.  Dos retratos de família às selfies dos nossos telemóveis, das telenovelas e séries televisivas às redes sociais, são cada vez mais as imagens que consumimos e produzimos, a partir de uma diversidade de experiências e de memórias, de uma multiplicidade de estilos de vida e de usos dos média, que merecem ser repensadas a partir da ideia de "gerações".

D¿entre as vozes na mesa de oradores, nos dois dias de evento, destacam-se presenças diversas. Ana Pérez Escoda - Doutorada em Educação, com especialidade em competências digitais, docente na International University of La Rioja e colaboradora na Universidad Antonio de Nebrija y Universidad, em Huelva. É, ainda, coordenadora de formação de professores e de pós-graduação na Universidad Pontificia de Salamanca.

Inês Amaral, Professora Associada do Departamento de Filosofia, Comunicação e Informação da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É investigadora integrada do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, da Universidade do Minho). Doutorada em Ciências da Comunicação - especialidade em Media Interativos. Tem desenvolvido trabalho de investigação sobre sociabilidade nas redes sociais digitais, literacia digital, tecnologias e envelhecimento ativo, consumos mediáticos na era digital.

Ricardo Campos - mestre em Sociologia e Doutorado em Antropologia Visual. Membro fundador e co-coordenador da Rede Luso-Brasileira de pesquisa em Artes e Intervenções Urbanas (RAIU), coordenador adjunto do GT de Cultura Visual da SOPCOM (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação) e coeditor da revista internacional Cadernos de Arte & Antropologia.