Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Gestão Aeroportuária - Emergências com Aeronaves

A orgânica aeroportuária no que diz respeito à organização da resposta a emergências



Os aeroportos para além de possuírem um grande valor estratégico, são infraestruturas críticas que concentram um elevado número de riscos. A conferência do dia 8 de fevereiro põe em exposição a orgânica aeroportuária no que diz respeito à organização da resposta a emergências através de Pedro Aguiar, licenciado em Engenharia da Segurança do Trabalho, pós-graduado em Gestão e Supervisor do Serviço de Salvamento e Luta Contra Incêndios do Aeroporto do Porto.

Apresenta a legislação e a regulamentação de um aeroporto e através das estáticas apresenta as razões do transporte aéreo ser atualmente o mais seguro do mundo, entre estas a evolução tecnológica.

Após ter falado um pouco sobre todos os Aeroportos em Portugal, passou a abordar de forma aprofundada o Francisco Sã Carneiro ¿ Aeroporto do Porto. Só nos recursos humanos existem 64 pessoas.

Há fatores que são cruciais para o bom funcionamento de um Aeroporto como o treino, o equipamento, as pessoas e a sua rapidez de resposta. É neste contexto que Aguiar apresenta o último exercício/simulação de emergência de escala total - Exercício de emergência ASC.EET_18. Foi recriado um cenário idêntico a um acidente que ocorreu no México, onde a aeronave ficou completamente destruída. No Aeroporto do Porto, perante condições atmosféricas adversas, a aeronave saiu da pista 35 e foi cair no campo de treino. Houve figurantes para dar credibilidade e até se ativou as áreas de apoio: sala de imprensa, sala de passageiros, sala de amigos e familiares e gabinete de informação.