Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Reportagem - Experimenta as Engenharias

Dia dedicado a atividades de demonstração científica nas áreas das várias engenharias.

"Experimenta as engenharias!", evento que pretendeu celebrar a semana Ciência e Tecnologia da Universidade Lusófona do Porto. Foi organizado pela ciência viva, incluindo neste as várias áreas de engenharias da instituição: aeroespacial, do ambiente, civil, eletrotecnia, informática e proteção civil.

O Salão Nobre transformou-se. Foi palco da exploração dos mais diversos temas: princípios físicos da sustentação de aeronaves, a microbiologia ambiental, as forças das estruturas em engenharia civil, as energias renováveis, robóticas, entre outros.

No decorrer da tarde de sexta-feira, dia 24 de novembro, a Universidade recebeu alunos do ensino básico e secundário, movidos pela curiosidade da ciência. A eles foi-lhes desafiado a participação nas experiências que abordavam os temas mencionados anteriormente, conseguindo, assim, uma maior interação entre aqueles que já se encontram integrados no ensino académico e aqueles que ponderam vir a integrar-se.

Os temas abordados pelas experiências são atuais e têm como objetivo levar à consciencialização dos jovens para os problemas da atualidade, que se podem propagar no futuro. O aumento da poluição tem levado o planeta terra à exaustão dos recursos naturais, refletindo-se no aparecimento das chuvas ácidas, sendo claro, a necessidade da progressão das energias renováveis. Através da observação microscópica, os alunos puderam refletir - apoiados pelos académicos da nossa universidade - sobre as transformações da microbiologia do nosso ambiente.

No âmbito da engenharia aeroespacial, as experiências levadas a cabo com um secador e bolas de pingue-pongue explicando, assim, o principio de Bernoulli no que se relaciona com a sustentação das aeronaves. Numa outra banca, os visitantes tinham a oportunidade de construir foguetões de papel, podendo, ainda, os lançar bem alto por entre um círculo pendorado no teto - dinamizando, assim, o ambiente vivido no salão.

Em simultâneo decorria um concurso, impulsionado pelos alunos de engenharia civil, que impingia aos visitantes a importância da estabilidade na construção de edifícios, através da construção de uma estrutura estável em marshmallows e esparguete. Para além das referidas, também estava a decorrer a demonstração de robôs, um concurso de quizzes sobre as engenharias, uma demonstração de um truque apelidado por "magia das palavras" e uma experiência sobre os campos eletromagnéticos e as suas aplicações, através da demostração de um anel a levitar, de água a ferver sem fogo e um corpo em queda livre a desacelerar.

Cândida Maria Duarte Manuel, professora associada e diretora de curso de Engenharia do Ambiente da ULP foi das principais responsáveis pela primeira edição Experimenta, que ficou caracterizado pelo seu carácter dinâmico, enriquecedor pedagogicamente e extremamente divertido.