Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Prevenção do Crime e da Vitimação

Curso

Psicologia da Justiça: Vítimas de Crime

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 30

Código

ULP1960-15329

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O crime como um problema social: a) Medidas do crime e da vitimação; b) Os
custos do crime e da vitimação
2. Evolução histórica da prevenção do crime
3. Prevenção: conceitos e tipologias
4. Prevenção do crime desenvolvimental: a) Fatores de risco e fatores protetores
5. Prevenção do crime situacional
6. Teorias e modelos de prevenção
7. O papel dos meios de comunicação social na prevenção do crime
8. A ciência da prevenção: o que funciona, o que não funciona, os desafios da
intervenção e da investigação
9. Novas abordagens na prevenção do crime e da vitimação

Objetivos

Esta UC visa promover a aquisição de conhecimentos e competências no domínio da prevenção do crime e da vitimação, dando a conhecer a dimensão do crime e da vitimação, os seus custos para as vítimas e para a sociedade, a sua evolução histórica, o
seu conceito e as tipologias que a definem; procura abordar a prevenção do ponto de vista desenvolvimental e situacional; identificar teorias e modelos de prevenção e apresentar alguns dos desafios inerentes à prevenção. Pretende ainda fomentar a discussão acerca de novas abordagens no domínio da prevenção do crime e da vitimação.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Esta UC pretende desenvolver nos estudantes as seguintes competências: capacidade de refletir criticamente sobre o crime enquanto problema social, sobre os seus custos para a vítima e para a sociedade e sobre a evolução histórica da prevenção; capacidade de articular o conceito de prevenção e as suas diferentes tipologias; capacidade de articular os conceitos centrais da abordagem desenvolvimental e situacional da prevenção; desenvolver uma atitude crítica e reflexiva relativamente aos desafios inerentes à prevenção.

Metodologias de ensino e avaliação

Exposição oral dos conteúdos teóricos com recurso a materiais audiovisuais; trabalhos de
pesquisa; leitura, análise e discussão de artigos científicos, análise de casos práticos.
A avaliação será realizada mediante as seguintes modalidades, a optar pelos estudantes:
Avaliação contínua em regime presencial: A avaliação será baseada na realização de uma prova escrita para avaliação de conhecimentos teóricos (ponderação de 50%) e na
elaboração de um trabalho individual, sobre tema a definir no decurso das aulas, com uma componente escrita (30%) e oral (20%).
Avaliação Final: Prova escrita de conhecimentos (ponderação de 100%).

Bibliografia principal

Farrington, D. & Welsh, B.C. (2005). Evidence-Based Crime Prevention: Conclusions
and Directions for a Safer Society. Canadian Journal of Criminology and Criminal
Justice/Revue canadienne de criminologie et de justice penale. April/avril: 337-354.
Lab, Steven P. (2014). Crime Prevention, approaches, practices, an evaluation. USA:
Elsevier.
Welsh, B., C. & Farrington, D. P. (Eds.) (2007). Preventing crime: what works for
children, offender, victims and places. NY: Springer.
Welsh, B., C. & Farrington, D. P. (Eds.) (2012). The Oxford Handbook of crime
Prevention. NY: Oxford University Press.
Mihalic, S. F. & Irwin, K. (2003). Blueprints for violence prevention. From research to
real-world settings ¿ Factor influencing the successful replication of model programs.
Youth Violence and Juvenile Justice, 1, 307-329.
United Nations (2010). Handbook on the crime prevention guidelines, making them
work. New York: United Nations Publication.