Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Laboratório de Avaliação Psicológica

Curso

Psicologia da Justiça: Vítimas de Crime

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

150 | 60

Código

ULP1960-15331

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O processo de Avaliação Psicológica: Objetivos e Questões éticas
2. Importância da avaliação multi-método e multi-informantes:
2.1. Observação
2.2. Entrevista
2.3. Medidas padronizadas de auto e hétero relato
3. Medidas de avaliação da inteligência e funções cognitivas
4. Medidas de avaliação da Personalidade
5. Medidas de avaliação do funcionamento global
6. Medidas de avaliação de sintomatologia específica
7. Medidas de avaliação do risco
8. Medidas de avaliação de indicadores de funcionamento positivo e fatores de proteção
9. Medidas de comportamentos e de crenças

Objetivos

Esta UC objetiva a promoção de conhecimento e o treino de competências práticas a aplicadas no domínio da avaliação psicológica, em particular no contexto do trabalho com vítimas de crime e violência (crianças, adolescentes e adultas). Neste sentido, destacam-se como objetivos específicos: Conhecer os principais objetivos, características e questões éticas da avaliação psicológica em contextos de aplicação da psicologia da justiça; Conhecer e compreender a multidimensionalidade dos métodos e técnicas de avaliação psicológica, assim como a sua aplicabilidade a diferentes situações e contextos práticos; Analisar e detalhar os principais modelos conceptuais e medidas subjacentes à avaliação: (i) da inteligência e funções cognitivas, (ii) da personalidade, (iii) do funcionamento global, (iv) de sintomatologia específica, (v) do risco de violência e vitimação, (vi) de indicadores de funcionamento positivo e fatores de proteção, (vii) de comportamentos e crenças.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

No final desta UC, os estudantes deverão ter adquirido competências que lhes permitam conhecer e refletir acerca do processo de avaliação psicológica no trabalho com vítimas de crime e violência, considerando os diferentes métodos e estratégias disponíveis para o efeito, assim como as diferentes situações e contextos práticos. Para além disso, deverão: conhecer e saber selecionar, administrar, cotar e interpretar as principais medidas de avaliação utilizados no trabalho com vítimas; saber articular os conhecimentos teóricos e práticos, nomeadamente ao nível da integração da informação recolhida e da comunicação de resultados, tendo em consideração os diferentes interlocutores possíveis (e.g., cliente, pares, tribunais); ter desenvolvido uma atitude profissional ética, crítica e reflexiva nesta área de conhecimento; ter adquirido competências de autonomia e de responsabilidade neste domínio.

Metodologias de ensino e avaliação

Metodologias: Os conteúdos programáticos serão lecionados através do recurso a uma diversidade de métodos, designadamente exposição oral com apoio de materiais audiovisuais; diálogo interativo; análise e discussão de casos-exemplo; e exercícios práticos de treino de competências.
A avaliação em período normal será do tipo contínua e contemplará os seguintes elementos de avaliação: duas provas escritas individuais, cada uma das quais com ponderação de 30% na nota final; um trabalho prático, com apresentação escrita e oral, realizado em pequeno grupo e com ponderação de 40% na nota final. Em cada um dos elementos de avaliação contínua referidos, os estudantes deverão obter a nota mínima de 8 valores; a média final ponderada dos elementos de avaliação terá de ser igual ou superior a 10 para aprovação na UC. Os estudantes que não obtenham aprovação na avaliação contínua serão admitidos a exame final, que ocorrerá na época de exames, através de uma prova individual e presencial (100%).

Bibliografia principal

Almeida, L. S., Simões, M. R., Machado, C., & Gonçalves, M. M. (Coords.) (2004). Avaliação psicológica: Instrumentos validados para a população portuguesa (Vol. 2). Coimbra: Quarteto.
Cohen, R. J., Swerdlik, M. E., & Sturman, E. D. (2013). Psychological testing and assessment: An introduction to tests and measurement (8th edition). New York: McGraw-Hill.
Fernández-Ballesteros, R. (2011). Evaluación psicológica: Conceptos, métodos y estudio de casos (2ª edición). Madrid: Pirámide.
Goldfinger, K. & Pomerantz, A. M. (2014). Psychological assessment and report writing. London: Sage publications.
Gonçalves, M. M., Simões, M. R., Almeida, L. S., & Machado, C. (Coords.) (2003). Avaliação psicológica: Instrumentos validados para a população portuguesa (Vol. 1). Coimbra: Quarteto.
Simões, M. R, Gonçalves, M. M. & Almeida, L. S. (Eds.) (1999).Testes e Provas Psicológicas em Portugal (vols. I e II). Braga: APPORT/SHO.