Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Teoria e Metodologia do Serviço Social III

Apresentação

Esta U.C. pretende aplicar as bases fundamentais dos métodos e técnicas de intervenção do Serviço, estruturando formas de intervenção segundo perspetivas teóricas e modelos que sejam potenciadores dos sujeitos da ação capacitação e o empowerment; ter uma visão diversificada e crítica sobre as principais abordagens do Serviço Social nas sociedades contemporâneas; e desenvolver e implementar procedimentos e suportes operativos indispensáveis ao agir profissional e adequados aos objetivos previamente definidos para a intervenção.

Curso

Serviço Social (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Código

ULP733-14066

Disciplinas complementares recomendadas

Teoria e Metodologias de Serviço Social I e II.

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O Projeto profissional: Breve análise do projeto ético-político 
2. Agir Profissional e Modelos de Intervenção
2.1. Dos métodos tradicionais de Serviço Social (caso, gupo, comunidade) ao método integrado - breve abordagem
2.2. Modelos de intervenção: Modelo psicodinâmico. Modelo de intervenção em crise; Modelo centrado na tarefa; Modelo cognitivo; Modelo humanista e existencial; Modelo crítico/radical; Modelo de gestão de casos; Modelo sistémico.

3. Estratégias e reconfigurações
3.1Empowerment, capacitação e advocacy 
3.2 Mediação e parcerias 
4. Agir Profissional e Competências Profissionais 
4.1 Entrevista de ajuda e visita domiciliária
4.2 Instrumentalidade e instrumentos do e para o agir profissional
 

Conteúdos ensino à distância: ponto 2.2

Objetivos

A UC visa aprofundar o debate teórico e metodológico, iniciado nas UC de Teoria e Metodologia anteriores, sobre os métodos, metodologias e instrumentos do agir profissional. Neste propósito visa-se: 
- Entender o projeto ético-político da profissão; 
- Aprofundar a relação teoria prática como fonte de saber e de inovação na intervenção social, explorando algumas teorias e modelos como suporte de práticas sociais introduzindo a perspetiva emanada das teorias críticas;
- Aprofundar os conceitos de capacitação, advocacy e empowerment e as formas de implementação no terreno. 
- Reforçar a identidade profissional que permita a consciência do ¿ser assistente social¿.

Metodologias de ensino e avaliação

A UC tem uma forte incidência na dimensão teórico-metodológica razão pela qual a docente assume a exposição dos conceitos fundamentais do programa, os quais deverão ser acompanhados pelos estudantes através da leitura, análise interpretação de textos indicados. Esta metodologia permite o debate e aprofundamento de textos variados relativos a pontos do programa ou outros com interesse temático. Avaliação Contínua (cf. Critérios do Regulamento de avaliação)
Teste presencial - 65% 
Trabalho de grupo com apresentação - 35%

Práticas de Inovação Pedagógica: 

Os alunos são desafiados a participarem em atividades orientadas, recorrendo a diferentes técnicas pedagógicas, como o role-play, as dinâmicas de grupo, os debates através de brainstorming, a resolução de problemas, o visionamento e análise reflexiva de vídeos e filmes, tornando-os mais ativos e autónomos nas suas aprendizagens.

 

Bibliografia principal

Carvalho, I. e Pinto, C. (2014) Serviço Social Teorias e Práticas,Lisboa, Edições Pactor.

Fialho, J. (2015) Diagnóstico Social, Lisboa, Edições Sílabo.

Robertis (1992). Metodologia de la intervención en trabajo social.Barcelona: El ateno.

Santos, C. (2013) Serviço Social Mutações e Desafios, Coimbra,Imprensa da Universidade de Coimbra.
Sousa, Paula e José Luís D'Almeida (2016) Avaliação Diagnóstica, Viseu, Ed. Psicosoma.

Veiga, L. (2007). Manual de Trabalho em Rede.  REAPN.

Viscarret, Juan (2007) Modelos y métodos de intervencion en Trabajo Social, Madrid, Alianza editorial.





 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Sónia Ribeiro

2.ºs feiras

das 18h00 às 19h00