Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Serviço Social, Comunicação e Linguagem

Apresentação

No semestre em que o estudante entra nas questões teóricas e metodológicas da formação em Serviço Social é importante estudar a comunicação e a linguagem indispensáveis a toda a comunicação humana. De forma mais intencional, é premente situar a comunicação como instrumento transversal no domínio da interação social para a construção da relação  profissional. A linguagem nas suas diferentes formas é condição de comunicação.

Curso

Serviço Social (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP733-21829

Disciplinas complementares recomendadas

Numa visão holística todas as UCs do Plano de Estudos são complementares contribuindo para a construção de saberes desta formação. Contudo algumas estão mais diretamente relacionadas, no 1º ano destacamos História e Fundamentos do Serviço Social, Teoria e Metodologia do Serviço Social I e os Núcleos de Estudos e Práticas de Serviço Social 1 e 2. 

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Serviço Social e Interação Social

2. Comunicação - teorias e processo 

3. A Linguagem no processo comunicacional

4. O poder da linguagem e a linguagem do poder 

 

Objetivos

Desenvolver competências comunicacionais no domínio da relação face a face, e na comunicação institucional (hierarquias, equipas etc), e públicos mais amplos:

- Entender o processo de trabalho e a instrumentalidade na interação do Ser

viço Social;

- Refletir a comunicação e seu papel na interacção social, particularmente em contextos institucionais na relação com os sujeitos da acção; como suporte da relação profissional, em diferentes contextos e conjunturas da intervenção social na relação pessoal com os sujeitos e com as instituições;

- Estudar a linguagem e estratégia discursiva como suporte da relação profissional, em diferentes contextos e conjuntura da intervenção social e o papel e poder dos diferentes actores em interação e a influência de valores e diferenças culturais e sociais

- Dominar a linguagem (discursiva argumentativa) como eixo central do processo de comunicação e enquadrar os papéis e poderes dos atores e o peso dos valores e diferenças culturais e sociais. 

Metodologias de ensino e avaliação

Incide no estudo da comunicação e da linguagem tendo em conta a dimensão do conhecimento teórico através da abordagem de autores de referência destas áreas, bem como os que as relacionam ou aplicam ao SS, dimensão que exige o investimento do docente. Sendo a comunicação e linguagem uma realidade presente em toda a interacção social, privilegiam-se em paralelo estratégias de ensino aprendizagem participativas tendo em conta experiências pessoais ou vividas por cada um. 

Os estudantes produzirão resumos, sínteses ou ensaios, com base em consulta de bibliografia indicada e algumas apresentações em aula com debates orientados. Análise e interpretação crítica de produções orais e escritas em diferentes suportes.

Inovação pedagógica 

Convite à licenciatura de artes performativas - linguagem, sentido e representação

AC:

Teste - 50%

Exercício prático de avaliação temática  - 20%

Ficha de leitura (3) - 10%

- Projeto de comunicação (grupo) apresentação e debate -  30%

Nota mínima 8 em qualquer dos itens

Bibliografia principal

Aristu, J.H. (1991) Acción Comunicativa e Intervención Social, Trabajo Social, Educación, Supervisión, Madrid, Popular.

Cabecinhas, R. & Cunha, L. (2008) Comunicação Intercultural Perspectivas, Dilemas e Desafios, Porto, C. Letras.

Castilho L. (Org.) (1995) ¿Cotidiano e Linguagem: Categorias Constitutivas da Ação Metodológica do SS¿, Exercícios de construções teóricas do Serviço Social, P. Alegre, EDIPUCRS.

 

Horário de Atendimento

Maria Emília Freitas Ferreira,

Horário de atendimento

3ª feira 17,30-18,30 (com marcação)

Sala