Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Metodologia de Investigação Social

Apresentação

A uc Metodologia da Investigação Social é uma unidade de interesse central na preparação dos alunos para a realização do trabalhos ao longo do curso na medida em que promove a consolidação de conhecimentos e a aquisição e desenvolvimento de competências operativas e analítico-reflexivas exigidas à construção do objeto. Esta unidade é o primeiro momento de reflexão sobre as questões do senso comum e do conhecimento. 

Curso

Serviço Social (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP733-14060

Disciplinas complementares recomendadas

Estatística para as Ciências Sociais; Seminário de Investigação em Serviço Social I; Seminário de Investigação em Serviço Social II. 

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. O conhecimento nas ciências sociais Conhecimento científico/Senso comum Conhecimento nas ciência exatas e nas ciências sociais A ruptura epistemológica;

2- Apresentação, fundamentação e justificação do tema

2.1- Questões de Investigação

2.2- Revisão da literatura e teoria na construção do objeto de estudo; 

2.2.1 - Construção de uma ficha de leitura

2.3- A construção de um quadro concetual;

2.4- Definição  objectivos  e questões de investigação;

3- A problemática

3.1- O modelo de análise

4- Universo e amostra (tipos de amostras)

5- Métodos e Técnicas de Investigação

6- Norma APA

Objetivos

Esta Uc tem os seguintes objetivos: Equacionar a complexidade do processo de investigação e o uso da epistemologia; Estudar modelos de investigação de análise dos fenómenos sociais; Identificar o objeto de investigação e construir um quadro conceptual; Citar bibliografia de acordo com as norma APA; Identificar o conhecimento do senso comum e definir conhecimento cientifico. Serem capazes de construir um desenho de investigação empirica; Pretende-se que os alunos atinjam as seguintes competências: Compreendam os processos de produção do conhecimento científico em oposição ao saber do senso comum; Desenvolvam o sentido crítico face ao que se ouve, vê e lê em ordem ao rigor na interpretação dos dados e na selecção da construção do saber; Conheçam o papel da teoria no âmbito das diferentes tradições epistemológicas, designadamente a articulação entre a revisão da literatura e construção de um quadro conceptual; Saibam redigir e apresentar trabalhos científicos; 

Metodologias de ensino e avaliação

A UC baseia-se em aulas teóricas e de prática simulada. Para além das leituras e da exposição dos temas, serão também promovidas discussões e exercícios. As aulas serão orientadas para a análise e desenvolvimento das propostas dos alunos.  O regime adotado no âmbito desta UC é o regime de avaliação contínua e segue os critérios do reg. av. em vigor. Os critérios são os seguintes: Participação e Assiduidade- 10%; Elaboração e apresentação do trabalho em grupo - 30%; Atividade no âmbito do Núcleo Lusófono de Estudos e Investigação em Serviço Social - 20%  Avaliação sumativa - 40%; Avaliação Final: Exame 100%

Práticas de Inovação Pedagógicas - Integração dos alunos no  Núcleo Lusófono de Estudos e Investigação em Serviço Social, com o desenvolvimento de atividades para avaliação;

Bibliografia principal

Azevedo, M. (2000). Teses, relatórios e  trabalhos   escolares. Sugestões para  estruturação da   escrita. Lisboa: Universidade  Católica   Editora

Bell, J. (1997). Como realizar um projecto de   investigação. Lisboa: Gradiva

Franqueira, Anabela (2004) Sociologia da Função Pública e Deontologia Profissional, Coimbra, CEFA.

Flick, U. (2005). Métodos Qualitativos na Investigação Cientifica. Lisboa: Monitor.

Ghiglione, R. & Matalon, B. (1997). O inquérito, teoria e prática. Oeiras: Celta Editora.

Gil, C. (1991). Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. S. Paulo:   Atlas Editora.

Quivy, R. & Camenhoudt, L. V. (1998). Manual de investigação em Ciências Sociais (2ª ed.). Lisboa: Gradiva.

Ketele, J.M. & Roegiers, X. (1999). Metodologia da recolha de dados: fundamentos dos métodos de observações, de questionários, de entrevistas e de estudo de documentos. Lisboa: Piaget.

Santos, Boaventura de Sousa. (2006).Um discurso sobre as ciências. 4ª edição. São Paulo: Cortez

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Carla Isabel Mota de Carvalho

Terça-feira das 16h30m às 17h30m