Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Ética SocioProfissional

Curso

Engenharia Informática (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

147 | 45

Código

ULP452-7342

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Parte I-Ética e deontologia
I.1-O conceito de ética e a sua evolução na história da filosofia
I.2-Ética, direito, sociedade e estado
I.3-Profissões de interesse público e deontologia profissional
I.4-Natureza jurídica, atribuições e estrutura orgânica da Ordem dos Engenheiros
I.5-O Código Deontológico da Ordem dos Engenheiros
I.6-As cinco classes de deveres deontológicos dos engenheiros
I.7-Análise e discussão de casos práticos de aplicação do código deontológico dos engenheiros

Parte II - A engenharia na sociedade contemporânea
II.1-Caracterização da sociedade contemporânea e o problema da técnica
II.2-O papel dos engenheiros como agentes detentores do conhecimento e da capacidade de inovação
II.3-A invisibilidade da profissão de engenheiro
II.4-Resolução de dilemas éticos.
II.5-Ética e legalidade
II.6-Whistleblowing: o direito, ou em alguns casos o dever da denúncia II.7-Liderança exercida por engenheiros.

Objetivos

Abordar de forma breve o conceito filosófico de ética e a sua evolução histórica. Estudar o código deontológico dos engenheiros e as classes de deveres deontológicos. Realçar o papel dos engenheiros na sociedade contemporânea, destacando a importância dos aspetos éticos num sistema social evolutivo e de grande complexidade.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Compreender a relação entre ética e direito, enquanto ordens normativas, e destas com a sociabilidade, enquanto característica inerente à condição humana. Compreender genericamente a estrutura de organização política da sociedade portuguesa e o papel do estado na defesa do interesse público subjacente ao exercício de profissões com maiores exigências deontológicas. Proporcionar a abordagem de problemas comuns da vida operacional de um engenheiro, associando-os às questões éticas que se lhes sobrepõem.

Metodologias de ensino e avaliação

O ensino será suportado por sessões presenciais de natureza teórico-prática, dedicadas à exposição de matérias e à sua ilustração através da discussão de casos práticos. Avaliação contínua constituida por um teste e um trabalho com igual peso.

Bibliografia principal

ANTÓNIO ARNAUT, Ética e Direito, Livraria Mateus, Coimbra, 1999.
ANTÓNIO BARRETO ARCHER, Lições de Ética e Deontologia para Engenheiros, Universidade Lusófona do Porto.
DIOGO FREITAS DO AMARAL, Curso de Direito Administrativo ¿ Volume 1, 2ª edição, Livraria Almedina, 1997.
DIOGO FREITAS DO AMARAL, História do Pensamento Político Ocidental,1ª edição, Livraria Almedina, 2012.
JOSÉ MANUEL DOS SANTOS, Introdução à Ética, 1ª edição, Edições Documenta, 2012.
JOSÉ RAMÓN AYLLÓN, Antropología Filosófica, Editora Ariel, Barcelona, 2011.
LUÍS ARCHER, JORGE BISCAIA e WALTER OSSWALD (coordenação), Bioética, 1ª edição, Editorial Verbo, 1996.
LUÍS CABRAL DE MONCADA, Filosofia do Direito e do Estado: Volume 1º (Parte Histórica) e Volume 2º (Doutrina e Crítica), 2ª edição reimpressão, Coimbra Editora, 1995.