Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Bases de Dados

Curso

Engenharia Informática (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

164 | 60

Código

ULP452-1792

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Noção empírica de Base de Dados (BD). Modelos históricos e modelo relacional. Princípios de desenho da BD. Sistemas de Gestão de Bases de Dados (SGBD) reais: independência do desenho da BD.
Teoria Relacional. Relações e Atributos. Dependências funcionais e multivalor. Chaves da Relação. Esquema da relação. Diagramas Entidade-Relacionamento. Cardinalidade. Relações de 1:1, 1:N e N:N
Redundância e inconsistência de dados. Eliminação da redundância associada às dependências funcionais e às dependências multivalor. Formas Normais. Normalização de dados, aplicação prática até à 3ª Forma Normal.
As componentes DML e DDL do SQL.
Bases de Dados distribuídas.

Objetivos

Compreender a conversão de modelos lógicos em modelos físicos de Bases de Dados Relacionais (BD-R¿s); Desenvolver modelos conceptuais de representação de bases de Dados; Criar e alterar a estrutura duma BD-R por recurso à sintaxe da linguagem SQL; Manipular dados constantes de BD-R¿s por recurso à sintaxe da linguagem SQL; Compreender a desnormalização duma BD-R existente com base em argumentos de desempenho.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A disciplina de Bases de Dados pretende dotar os alunos das competências necessárias para que sejam capaz de desenhar e construir, utilizar e gerir bases de dados relacionais.
Para além destas competências técnicas o aluno deverá ser igualmente capaz de utilizar ferramentas de administração associadas ao Sistema de Gestão de Bases de Dados (SGBD).

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas teóricas são de apresentação e explicação dos conteúdos programáticos sendo a apresentação teórica sempre acompanhada de exemplos ilustrativos. As aulas de prática laboratorial são lecionadas em laboratórios de informática e correspondendo à execução de exercícios prático de desenvolvimento e interrogação de Bases de Dados. A avaliação é contínua, baseada em 4 componentes de avaliação: 2 frequências (uma teórica e outra prática) realizadas durante o decorrer das aulas, uma componente de assiduidade e participação nas aulas (teóricas e práticas) e um trabalho que deverá ser elaborado fora das aulas e que será avaliado pela entrega de um relatório e por uma apresentação oral efetuada na última aula.Pesos na nota final: frequência prática 35%; frequência teórica 30%; participação e assiduidades nas aulas 10%, trabalho 25%. O aluno poderá optar por um exame final que corresponde a 75% da nota sendo os outros 25% respeitantes ao trabalho que terá de ser apresentado nessa época.

Bibliografia principal

Damas, Luís, SQL, 6ª edição, 2005, FCA
Pereira, José Luís, Tecnologias de Base de Dados, FCA.
Gouveia, Feliz, Fundamentos de Bases de Dados, 2014, FCA
Alberto Magalhães, SQL Server 2012, Curso completo, 2ª edição, FCA.
Elmasri, R., & Navathe, S. B. (2015). Fundamentals of database systems. Pearson.