Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Análise e Conceção de Sistemas

Curso

Engenharia Informática (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

169 | 60

Código

ULP452-7343

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Parte teórica:
Introdução à engenharia de requisitos;
Processos de engenharia de requisitos;
Elicitação de requisitos;
Análise e negociação de requisitos;
Especificação de requisitos;
Boas práticas de escrita de requisitos;
Validação de requisitos;
Gestão de requisitos;
Desenvolvimento de requisitos: um exemplo de metodologia.
Parte prática:
Introdução à UML;
Diagramas de casos de uso da UML;
Diagramas de classes da UML;
Diagramas objetos da UML;
Diagramas de atividades da UML;
Diagramas de estados da UML;
Diagramas de componentes da UML;
Diagramas de distribuição da UML;
Diagramas de sequência da UML;
Diagramas de colaboração da UML.

Objetivos

Sensibilizar os estudantes para a importância do processo de engenharia de requisitos no ciclo de desenvolvimento de software.
Analisar e desenhar sistemas e as suas componentes utilizando a linguagem de modelação Unified Modeling Language (UML).

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Identificar os tópicos-chave nas atividades de engenharia de requisitos de sistemas de software;
Sensibilizar para a importância do processo de engenharia de requisitos;
Apresentar as principais etapas do processo de desenvolvimento de requisitos;
Descrever as tarefas típicas de um analista;
Sugerir formas de organizar um documento de requisitos;
Escrever um documento de especificação de requisitos de um sistema de software;
Adoptar boas práticas de escrita de requisitos;
Conhecer as diferentes perspetivas da modelação de sistemas de software;
Enquadrar os diferentes diagramas da UML no ciclo de desenvolvimento de software;
Conhecer os elementos de modelação da UML;
Modelizar software utilizando de forma eficiente e adequado os diagramas da UML.

Metodologias de ensino e avaliação

Método expositivo nas aulas teóricas, complementado com exemplos de aplicação;
Métodos expositivo nas aulas práticas intercalado com resolução de exercícios práticos pelos alunos;
Realização de dois testes incidindo sobre a parte teórica e parte prática, valendo cada um 25%;
Realização de um trabalho prático sob a forma de um documento de especificação de requisitos, valendo 25% (20% para o documento, 5% para a apresentação oral);
Apresentações nas aulas teóricas (cada grupo apresenta um tema relacionado com Engenharia de Requisitos indicado pelo docente), valendo 25%;
Todos os componentes de avaliação contínua são obrigatórios;
É necessário, para aprovação na unidade curricular, obter um mínimo de 8 valores em cada componente.

Bibliografia principal

Gerard Kotonya, Ian Sommerville (1998) / Requirements Engineering: Processes and Techniques, John Wiley & Sons
Grady Booch, James Rumbaugh, Ivar Jacobson (1998) / The Unified Modeling Language User Guide, Addison Wesley
Karl Weiger (2003) / Software Requirements, Microsoft Press
Stephen Whthall (2007) / Software Requirement Patterns, Microsoft Press
Kurt Bittner, Ian Spence (2002) / Use Case Modeling, Addison Wesley
Hans-Erik Eriksson, Magnus Penker (2000), Business Modeling with UML: Business Patterns at Work, John Wiley & Sons