Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Física

Apresentação

A UC de Física faz parte do plano curricular da presente licenciatura. Os conteúdos que vão ser abordados poderão ser muito úteis para um futuro diplomado de Engenharia de Proteção Civil no exercício da sua atividade profissional futura. Serão abordados os temas da Mecânica, Termodinâmica, Eletricidade e Eletromagnetismo. Procura-se, nesta disciplina, estabelecer a ligação entre a ciência e alguns fenómenos físicos, mostrando como os conhecimentos de Física contribuem para uma melhor compreensão das aplicações tecnológicas utilizadas hoje em dia.

Curso

Engenharia de Proteção Civil (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP928-1994

Disciplinas complementares recomendadas

nenhuma

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Mecânica: Medidas e unidades. Vetores. Cinemática. Leis de Newton do movimento. Estática. Dinâmica do corpo rígido. Atrito. Centro de massa e centro de gravidade. Trabalho e energia. Colisões.

2. Termodinâmica: Trabalho e calor. Energias de um sistema. 1ª e 2ª Lei da Termodinâmica. Energia interna e entalpia. Transformações/Calor Específico. Entropia. Ciclos térmicos. Motores e bombas de calor. Aplicações: motores de combustão interna e ar condicionado.

3. Eletricidade: Eletrostática. Lei de Coulomb. Campo e potencial elétrico. Condutores, isoladores e dielétricos. Energia eletrostática. Corrente elétrica, lei de Ohm e circuitos de corrente contínua. Condensadores e circuitos RC. Condução elétrica.

4. Eletromagnetismo: Forças e momentos sobre cargas e correntes. Aplicação ao motor elétrico. Indução magnética. Transformadores elétricos.

 

Aulas em laboratório: para realização de trabalhos práticos dos conceitos adquiridos na mecânica, termodinâmica, eletricidade e eletromagnetismo.

Objetivos

Adquirir o conhecimento das leis e fenómenos básicos da Mecânica Clássica. Dominar os principais conceitos que são fundamentais na Física, isto é, os principais conceitos de Mecânica, pois estes são a pedra angular de qualquer compreensão da Física; Reconhecer posteriormente os conceitos adquiridos como subjacentes a outras áreas do saber, principalmente em disciplinas de engenharia, e saber aplicá-los e articulá-los; Aplicar os conhecimentos em situações práticas concretas; Encarar a Física como uma ferramenta essencial à compreensão do real e à ação sobre este, nomeadamente em aplicações tecnológicas, procura de novas aplicações, investigação científica, etc. Incutir respeito pelas leis da natureza, e mostrar que um engenheiro, baseado nessas leis deve ser capaz de prever as consequências da sua atuação. Desenvolver a curiosidade e o espírito crítico e analítico.

Metodologias de ensino e avaliação

Os métodos de ensino e aprendizagem serão baseados no trabalho desenvolvido nas aulas. Durante as sessões teórico-práticas, o docente fará a apresentação e discussão dos conteúdos programáticos, com aplicação dos conhecimentos adquiridos a situações concretas. Os estudantes serão envolvidos em atividade experimental, na discussão e análise da mesma, bem como na resolução de exercícios ou problemas propostos na sala.

Com as sessões de laboratório e de resolução de fichas, pretende-se a aprendizagem de métodos experimentais em Física, a sistematização da recolha e tratamento de resultados experimentais e a elaboração de relatórios científicos.

AVALIAÇÃO: contínua, com 2 testes escritos (35+35%) e trabalhos práticos (30%). Os estudantes também podem ser admitidos a Exame Final que contabiliza uma ponderação de 100 % para a nota final.

Bibliografia principal

- TIPLER, P. A. (1994). Física para cientistas e engenheiros. Ed Guanabara Koogan.

- YOUNG, Hugh D. (2008). Física / Hugh D. Young, Roger A. Freddman - 12.ª ed.. São Paulo : Pearson.

- Diversos textos de apoio a fornecer ao longo das sessões.

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Cândida Manuel        

21h30 - 22h30 (2ªf)

A combinar