Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Administração do Terceiro Sector

Apresentação

Consciencializar o estudante para a crescente relevância do Terceiro Setor e sua capacidade de concretizar direitos e responder a necessidades de bem estar social da população. Familiarizar os estudantes com a natureza e as atividades desenvolvidas pelas organizações que compõem o Terceiro Setor.

Curso

Engenharia de Proteção Civil (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Código

ULP928-11804

Disciplinas complementares recomendadas

---

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Enquadramento conceptual. 2. Desafios ao Terceiro Setor: Inovação, Empreendedorismo social e Bolsa de valores sociais, Ética empresarial e Responsabilidade social. Introdução ao planeamento social. Programas e projetos sociais. 3. Natureza das organizações. 3.1 Natureza Jurídica e das atividades das organizações do Terceiro Setor. 3.2 Quem são as organizações do Terceiro Setor. 3.3 Natureza das atividades desenvolvidas no Terceiro Setor. 4. Administração/Gestão das Organizações do Terceiro Setor. 4.1 Conceitos de gestão empresarial. 4.2 Teoria das organizações. 4.3 Planeamento. 4.4 A Estratégia. 4.5 A Estrutura. 4.6 A Captação de Recursos. 4.7 O Marketing Social. 5. O Plano de Negócio

Objetivos

Dotar o estudante de competências para o cumprimento dos dispositivos legais enquadradores da actividade. Desenvolver competências para a gestão das organizações, no sentido da sua qualidade, sustentabilidade e eficiência económica. Promover capacidades de reflexão critica e de operacionalidade para planear, dirigir, executar, e avaliar organizações programas ou projetos nas organizações de cariz social.

Metodologias de ensino e avaliação

MEDTODOLOGIA: As aulas têm um caráter teórico e prático de modo a permitir uma imediata aplicação dos conceitos e conteúdos expostos. Durante o semestre são distribuídos temas de trabalho e casos práticos para análise, estudo e discussão em aula, com vista à participação dos estudantes e a um acompanhamento regular das matérias. Privilegiar-se-á a aprendizagem baseada na interatividade, promovendo fóruns de discussão. O objetivo é dotar os estudantes de competências necessárias aos desafios que se lhes colocam e aumentar o empowerment e a autonomia dos mesmos.

No planeamento da unidade curricular foi prevista a passagem, sem interrupção, do modo presencial para remoto se as circunstâncias futuras (COVID) o exigirem.

AVALIAÇÃO: Avaliação contínua, com uma prova escrita individual final (peso 50%) e um trabalho prático individual entregue na última aula (peso 50%). Exame de recurso: prova escrita (100%).

 

Bibliografia principal

Allison, M e Kaye (2005). Strategic Planing for Nonprofit Organizations. New Jersey: Ed. Jonh Wiley.

Drucker, Peter F. (1990). As Organizações sem fins lucrativos. Lisboa: Difusão Cultural.

Ministério das Finanças: POCISSSS Plano Oficial das Instituições do Sistema de Solidariedade e de Segurança Social.

Nunes, Francisco e outros (2001). O Terceiro Setor em Portugal: Delimitação, caracterização e potencialidades. Instituto António Sérgio do Setor Cooperativo, Lisboa.

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala