Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Introdução ao Pensamento Contemporâneo

Apresentação

Sob a condição de o tempo presente estar irremediavelmente aberto e em curso, estimula-se a hipótese de um afastamento crítico em relação às próprias condições do presente, no sentido de um pensamento intempestivo, o que, no limite e de forma paradoxal, significa colocar problemas enquanto sujeitos que não coincidem exactamente com a época em que vivem. Nesse sentido, para além da abordagem de fenómenos incontornáveis da actualidade (da técnica à natureza, do capitalismo à ecologia, das artes à cultura popular), promovem-se exercícios especulativos que perspectivam a História nas suas sucessões e rupturas, mas também nas suas circularidades e atemporalidades.

Curso

Design de Comunicação (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Código

ULP729-117

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável.

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Topologias do pensamento mitológico e metafísico: natureza cíclica, magia e religião

 

2. A Modernidade tecno-científica como ruptura: racionalismo, progresso cumulativo, utopia, a natureza como objecto matrizável, a Enciclopédia do Iluminismo

 

3. A crise da Modernidade e do optimismo positivista: as contradições do progresso e os limites da ciência

 

4. O Marxismo como pensamento da transição epocal: genealogia da pós-modernidade

 

5. As vanguardas artísticas e a crise da representação mimética do real

 

6. As primeiras fotografias exteriores da Terra: Universalismo e contra-cultura

 

7. Uma história alternativa da globalização: da nuvem nuclear à nuvem de dados

 

8. Cultura da Pós-produção: o circulacionismo das imagens, a apropriação e o arquivo digital como museu total

 

9. As tecnologias da ligação e a ideia cosmopolótica: entre a comunidade global e a crise ecológica

 

10. Do pós-humano ao imaginário da extinção: deriva sobre os fósseis do futuro

Objetivos

Identificar e delimitar o campo de pensamento do contemporâneo, tendo como referências o domínio da História e o da Teoria da Cultura.

 

Compreender a evolução recente dos meios técnicos de expressão simbólica, em diálogo com os principais movimentos artísticos, como um conjunto de rupturas ou de actualizações de grandes tendências culturais.

 

Contextualizar teorica e historicamente os grandes debates da actualidade (da crise ecológica ao capitalismo global).

 

Desenvolver uma posição crítica e reflectir criativamente (através da produção de um video-ensaio ou de um booklet) sobre as temáticas do programa.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas têm um carácter teórico-prático, sendo a exposição dos conteúdos programáticos feita oralmente pelo docente, a partir da bibliografia seleccionada e com recurso à projecção de elementos audiovisuais complementares. O debate com os estudantes é incentivado.

 

Avaliação: Contínua com Prova Final

 

Elementos de avaliação: - concepção de video-ensaio ou de um booklet a partir de um ou mais temas do programa (45%) - frequência final (55%)

 

O estudante deverá frequentar obrigatoriamente pelo menos 75% das aulas.

Bibliografia principal

AA. VV. (2018) Posthuman Glossary, Ed. R. Braidotti; M. Hlavajova. Londres: Bloomsbury

 

Agamben, G. (2006). "O que é o contemporâneo". In Nudez . Lisboa, Relógio d'Água, 2010.

 

Bogalheiro, M. (2020) "Nostalgia, o cancelamento do futuro e o arquivo paradoxal." In Revista de Comunicação e Linguagens - Counter-Image , nº 52. Lisboa: ICNOVA

 

Bourriaud, N. (2004) Pós-Produção: Como a Arte Reprograma o Mundo Contemporâneo. Martins-Fontes, 2009

 

Descola, P. (2015) Par-del`a nature et culture . Paris: Folio.

 

Freud, S. (1919) O Inquietante. In Obras Completas, Vol. 14 . Companhia das Letras.

 

Fuller, B. (1969) Operating Manuel for spaceship Earth . lars Muller Publishers, 2008

 

Marx, Karl. (1867) Capital: A Critique of Political Economy, Vol. I. London: Penguin Books, 1990

 

Sloterdijk, P. (2018) What Happened in the Twentieth Century? Towards a Critique of Extremist Reason . Cambridge: Polity Press

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Manuel Bogalheiro

Sextas-feiras, 14h - 16h

A definir mediante a marcação com o docente por e-mail.