Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Geometria Descritiva I

Apresentação

Desenho de objetos em 3 dimensões por via directa e pelas suas projeções em planos coordenados, por via axial.

Representação funcional de perspectivas para Design Industrial, de Interiores, de Equipamento, etc.

Curso

Design de Comunicação (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 3

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP729-3151

Disciplinas complementares recomendadas

Geometria Descritiva A ou B (Ensino Secundário)

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1.PROJEÇÃO - CONCEITOS FUNDAMENTAIS
1.1. Geometria, a gramática do desenho na representação do espaço.
1.2. Princípios da geometria projetiva e a relação com a percepção do real.
2. A REPRESENTAÇÃO EM  AXONOMETRIA
2.1. Perspectivas Ortogonais e Clinogonais.
2.2. Método dos Cortes em planos coordenados.
3. PROJEÇÃO DE SOMBRAS: FOCO PRÓPRIO E FOCO IMPRÓPRIO

Objetivos

Adquirir o conceito de projeção e entender a geometria como base fundamental da gramática do desenho de representação de objectos e espaço.
Desenvolver capacidades criticas,  metodológicas e técnicas nos diferentes processos de  transformações geométricas e das suas propriedades como meio de leitura, construção, representação dos objetos, do  espaço, do território e da luz.
Entender a geometria como um processo mental, crítico e rigoroso dotado de ferramentas e técnicas fundamentais na leitura do espaço e no processo de projectar.

A iniciação aos métodos de construção e processos homológicos da geometria projectiva permitirá ao aluno a consolidação dos conhecimentos base, da dupla projecção ortogonal e a introdução aos sistemas de representação para construção de perspectivas.
Nesta fase o aluno será capaz de articular na prática do desenho de projecto e de representação, os elementos fundamentais dos sitemas de representação projectiva e das perspectivas em particular.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas teóricas destinam-se à exposição das matérias do programa e à divulgação dos fundamentos teóricos e exercícios a desenvolver nas aulas práticas.
As aulas práticas subdividem-se em dois tipos de trabalho: exercicios práticos que dinamizam as problemáticas teóricas expostas e desenvolvimento autónomo de projeto onde cada aluno faz a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos.
Os exercícios práticos serão orientados para: o desenvolvimento da percepção, na leitura e representação do espaço e objetos. Avaliação distribuída sem exame final. A avaliação é contínua e diária, implicando a presença de pelo menos a participação a 75% das aulas dadas e o conjunto dos exercícios práticos.
A nota final será a média ponderada do trabalho de projeto (40%), e dos exercícios executados nas aulas práticas (60%).

Bibliografia principal

Izquierdo, Asensi Fernando (1980). Geometría descriptiva superior y aplicada, Madrid, Paraninfo.
Izquierdo, Asensi Fernando (1985). Geometría Descriptiva, Madrid, Dossat,.
Xavier, João Pedro (2006). Sobre as origens da perspectiva em Portugal, Porto, FAUP.
Xavier, João Pedro (1997). Perspectiva, perspectiva acelerada e contraperspectiva, Porto, FAUP.
Ricca , Guilherme (2006). Método de Monge (3ª ed), Lisboa Fundação Calouste Gulbenkian.
Holliday-Darr, Kathryn (1998). Applied Descriptive Geometry, Delmar Publishers, New York.

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

Ricardo Luís dos Santos Gomes

Segunda-feira 17h

 a designar