Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Teorias e Modelos da Comunicação

Apresentação

- apresentar o campo epistemológico das ciências da comunicação e fornecer um panorama das teorias da comunicação desenvolvidas ao longo do séc. XX;
-    transmitir a importância da cidade, dos seus elementos arquitetónicos, dos seus transportes e media como fenómeno comunicativo estruturador da experiência contemporânea;
-    identificar e caraterizar as técnicas do corpo e as suas representações mediáticas que contribuem para a transformação da aparência, da gestualidade e do consumo no mundo atual;
-    expor o funcionamento material dos media, nas suas dimensões informacionais e publicitárias, e o seu impacto na vida quotidiana;
- explorar as dinâmicas sociais e culturais de inclusão-exclusão e de hegemonia-periferia na cobertura mediática;

- aprofundar as táticas de resistência de subculturas e outras minorias, no quadro de uma ordem global e dominante;

Curso

Comunicação Audiovisual e Multimédia (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Código

ULP728-2348

Disciplinas complementares recomendadas

História dos Meios de Comunicação

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

I.    Da comunicação aos seus modelos: visões teóricas e perspectiva histórica
II.    A cidade como laboratório social
III.    O corpo, o quotidiano e a gestualidade
IV.    Os media, a cultura e o consumo
V.    As hegemonias, a ordem global e o imperialismo cultural
VI.    As minorias, as subculturas e as políticas de resistência

Objetivos

-    delimitar o campo de conhecimento das ciências da comunicação e distinguir as perspetivas da Mass Communication Research, da Escola de Frankfurt, da Escola de Chicago, dos Cultural Studies e do pensamento contemporâneo francês;
-    enquadrar o papel das metrópoles no frenesim comunicativo quotidiano, através de abordagens históricas como as de Simmel e Benjamin e compreender a formação da ecologia urbana no pensamento da Escola de Chicago;
-    cartografar as formas do corpo no quotidiano, resultantes da teatralidade social (Goffman, 1993), da aparência cultivada pelos media e pela sociedade do consumo (Baudrillard, 1981), e do corpo pós-humano, hibridado com a técnica (Le Breton, 2006);
-    caraterizar os média segundo uma perspetiva crítica assente na Escola de Frankfurt, na tradição dos estudos culturais e no pensamento contemporâneo francês;
-    compreender o confronto entre as hegemonias e as políticas de resistência na (in)visibilidade de grupos sociais nos media

Metodologias de ensino e avaliação

Exposição das matérias programadas com recurso a textos de apoio e a material multimédia (fotografias, filmes, vídeos, imagens,...).

Discussão crítica e debate participativo com os estudantes sobre as temáticas leccionadas.

Realização de dois trabalhos:
Trabalho de Grupo com apresentação em aula (1) - Ensaio relacionado com Conteúdo Programático da Unidade Curricular
Trabalho de Grupo com apresentação em aula (2) - Recensão de um dos textos trabalhados em aula

 

Exame de Recurso: 2 Trabalhos

-Ensaio relacionado com Conteúdo Programático da Unidade Curricular

-Recensão de um dos textos trabalhados em aula

Bibliografia principal

  • Benjamin, W. (2012). A Obra de Arte na Era da sua Reprodutibilidade Técnica in Sobre Arte, Técnica, Linguagem e Política. Lisboa: Relógio d¿Água.
  • Bourdieu, P. (1997). Sobre a Televisão. Lisboa: Celta.
  • Goffman, E. (1993). A apresentação do eu na vida de todos os dias. Lisboa: Relógio d¿Água.
  • Morin, E (1997) - Cultura de Massa no Século XX - O Espírito do Tempo - Vol 1. Rio de Janeiro: Forense Universitária.
  • Wolf, M. (1999) Teorias da Comunicação. 5ª Edião. Editorial Presença. Lisboa.

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala