Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Direção de Atores

Apresentação

Esta unidade curricular tem por objectivos:
1-Proporcionar uma visão dos diferentes modos de interpretação em cinema e televisão ao longo da história.
2-Veicular distintas metodologias de direcção de actores na sua relação com a imagem audiovisual
3-Explorar a relação entre o realizador e o actor no casting, nos ensaios e na rodagem.
4-Aprofundar a capacidade de dirigir actores através de jogos, exercícios e ensaios.

Curso

Comunicação Audiovisual e Multimédia (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Código

ULP728-7288

Disciplinas complementares recomendadas

Atelier de Produção Audiovisual

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Descrição dos conteúdos

  1.  O trabalho do ator de teatro, de cinema e de televisão.
  2.  A criação da personagem: caraterísticas, backstory, pesquisa.
  3.  O estudo da cena: objectivos, acção, diálogo, subtexto, tempo e ritmo.
  4.  A composição da cena: o movimento e a mise-en-scéne.
  5.  O trabalho com actores não profissionais e crianças.
  6.  Casting e técnicas de audições.
  7.  Leituras, jogos e ensaios.
  8. O formalismo de Meyerhold e a tipagem de Eisenstein. O naturalismo de Griffith e o realismo de Renoir. Os modelos de Robert Bresson.Stanislavki e a memória afectiva. O Actors Studio e o Método.John Cassavetes e a improvisação.
    1.  

Objetivos

No fim desta unidade curricular o aluno deverá ser capaz de:
-Compreender e pôr em prática as várias etapas do processo de direcção de actores
-Utilizar diferentes técnicas e metodologias de direcção de actores para audiovisual
-Identificar e compreender as distintas abordagens ao actor ao longo da história do cinema

 

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas têm carácter teórico-prático, sendo a exposição dos conteúdos programáticos feita oralmente pelo docente com recurso ocasional à projeção de elementos audiovisuais complementares e debate com os estudantes. São realizados diversos exercícios práticos para consolidação dos conhecimentos.
- Contínua sem Prova Final - Consiste na resolução de exercícios propostos ao longo do semestre resultando numa avaliação de média final ponderada com valor total de 20 Valores. O estudante deverá frequentar obrigatoriamente pelo menos 75% das aulas.

Avaliação:
-Exercícios em aula (25%)
-Projecto 1 (40%)

-Projecto 2 (35%)

 

Bibliografia principal

  • Adler, Stella - The Technique of Acting, Bantam, 1990.

  • Gil,  Inês  -A Sombra do Caçador: do Storyboard à Direcção de Actores, Lisboa, Edições Lusófona, 2002.

  • Nacache, Jacqueline - O Actor de Cinema. Lisboa. Edições Texto & Grafi, 2012.

  • Naremore, James- Acting in the Cinema, Berkeley, University of California Press,  1988.

  • Pudovkin, Vsevolod I. - Film Technique and Film Acting, Londres, Vision Press Limited, 1930. 

  • Sena, Assumpta - O Trabalho do Actor de Cinema, Edição Cine-Clube de Avanca, 2001.

  • Rabiger, Michael - Directing Film Techniques and Aesthetics, Burlington, Focal Press, 2003.

  • Weston, Judith - Directing Actors. Studio City, Michael Wiese Productions, 1999. 

     

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala