Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Política e Economia do Espaço Lusófono

Apresentação

A UC apresenta-se como preenchendo o conhecimento dos alunos em áreas cuja motivação ou interesse nem sempre constitui uma prioridade.

Curso

Ciência Política e Estudos Eleitorais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

| Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Código

ULP618-15947

Disciplinas complementares recomendadas

Teorias e Práticas Diplomáticas

 

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1.Conceitos e Definições;
2. O impacto da colonização no desenvolvimento sócio-economico.
3. A guerra colonial e as guerras de libertação nacional.
4. Desenvolvimento das relações internacionais no espaço lusófono após a descolonização;
5. As relações entre Portugal e Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, S.Tomé e Príncipe;
6. Os atores políticos: estados e organizações;
7. O papel da CPLP;
8 .A importância da diplomacia económica e da língua portuguesa

Objetivos

Sendo a construção do Brasil um caso particular da colonização portuguesa, procura-se nesta unidade curricular esclarecer a forma como se articularam as três comunidades de americanos, africanos e europeus que estão na origem do povo brasileiro. Familiarizar o aluno com as grandes civilizações africanas e sua transformação, antes e depois da colonização.

Metodologias de ensino e avaliação

Práticas de inovação pedagógica : Aulas presenciais com exposição teórica e debate participado com os alunos sobre o conteúdo do programa e utilização de trabalho prático apoiado na bibliografia disponível.
As exposições serão apoiadas pela bibliografia indicada, visando estimular o interesse e a pesquisa por parte dos alunos.
A avaliação incidirá sobre o controle analítico dos conteúdos programáticos será continua ou com exame de recurso de acordo com o Regulamento de Avaliação da ULP.
A avaliação continua prevê dois testes e um trabalho escrito individual que terá de ser defendido oralmente. O trabalho escrito tem por finalidade promover competências ao nível da investigação, elaboração e apresentação de estudos. A que se acresce a participação em aula ao longo do semestre.
Cada momento de avaliação recebe a classificação de 0 a 20 valores.
O peso de cada momento de avaliação será o seguinte:
Testes 60%
Trabalho 30%
Participação em aula 10%.
Da média obtida resulta a classificação final

Bibliografia principal

  • Couto, J. (1979). A construção do Brasil: ameríndios, portugueses e africanos, do início do povoamento a finais de quinhentos (2ª ed.). Lisboa. Cosmos.
  • Freyre, G. (1958). Casa grande e senzala: formação da família brasileira sob o regime de economia patriarcal. Lisboa: Livros do Brasil.
  • Dias, R. J. (1992). Nas vésperas do mundo moderno: Brasil. Lisboa: Comissão Nacional para as comemorações dos descobrimentos portugueses.
  • Vieira, N. (1991). Brasil e Portugal, a imagem recíproca. Lisboa: ICALP.
  • Simões, N. (1960). Atualidade e permanência do luso-brasileirismo. Lisbo

 

Horário de Atendimento

Nome do docente  

Horário de atendimento

Sala

António Manuel Lopes Tavares
 

Sexta-feira às 09:30

Gabienete da FDCP