Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Teorias das Relações Internacionais

Curso

Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 45

Código

ULP290-14757

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Conceito e objeto das Teorias das Relações Internacionais
2. Caracterização das Relações Internacionais
3. Estrutura da Comunidade Internacional e agentes (atores) das Relações Internacionais
4. Paradigmas das Relações Internacionais
5. Teorias Gerais das Relações Internacionais
6. As teorias parciais das Relações Internacionais
7. Apreciação crítica das teorias das relações internacionais

Objetivos

Proporcionar a compreensão e o conhecimento do objeto de estudo das Teorias das Relações Internacionais, por forma a saber como está estruturada a Comunidade Internacional e quais são os principais agentes das relações internacionais, bem como conhecer o âmbito dos paradigmas e das teorias das relações internacionais.
Preparação dos licenciados neste curso para compreenderem as realidades subjacentes aos items que integram o programa da U.C.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Entendimento e compreensão da estrutura da comunidade internacional, das relações internacionais, dos agentes que as protagonizam, dos paradigmas em que assentam e das teorias que proporcionam.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas de síntese e de diálogo destinadas a proporcionar a compreensão das realidades subjacentes às temáticas constantes do programa da U.C.; método de avaliação que consiste na realização de duas frequências escritas e na elaboração de trabalhos individuais de análise crítica e temáticas específicas.

Bibliografia principal

BARREA, J. (1977), Théories des Relations Internationales. Louvain: Université Catholique.
DREYFUS,S. (1978), Droit des Relations Internationales, Paris: Ed. Cujas.
HUNTINGTON, S. , (1999), O choque das civilizações e a mudança da orden mundial. Lisboa: Ed. Gradiva.
HUNTZINGER, J. (1991), Introdução às relações internacionais, Lisboa: PE Edições.
CHANG, Ha-Joon, (2013), As nações hipócritas, Lisboa: Clube do Autor S.A.
DAVID, Charles Philippe, (2001), A guerra e a paz, Lisboa: Instituto Piaget.
FERNANDES, A.J. (2015), Relações Internacionais: Evolução, Protagonistas e Teorias Lisboa: Chiado Editora.
SÉBILLE-LOPEZ, Philippe, (2007), Geopolítica do petróleo, Lisboa: Instituto Piaget.
RAMEL, Fréderic (2012), «Les Acteurs Récalcitrants du Systeme International», in Nouveaux Acteurs Nouvelle Donne. L´État du Monde. La Découvert Éditions.