Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Relações Internacionais do Espaço Lusófono

Curso

Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 45

Código

ULP290-14764

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Conceito e Tipologia das Relações Internacionais
2. Identificação e caraterização do Espaço Lusófono
2.a) O Espaço Lusófono no sistema sócio-geográfico mundial
2.b) O Espaço Lusófono no sistema económico internacional
2.c) O Espaço Lusófono no sistema Político Mundial
3. As interações internacionais do Espaço Lusófono
3.a) Interações de Reciprocidade
3.b) Interações de Cooperação e Coordenação
3.c) Interações de Integração
4. A Pluradimensionalidade do Espaço Lusófono
4.a) Dimensionalidade sócio-geográfica
4.b) Dimensionalidade económuca
4.c) Dimensionalidade sócio-cultural
4.d) Dimensionalidade político-estratégica
5. O Espaço Lusófono e a Globalização
6. O papel e a importância da Lusofonia (a Língua portuguesa) nas Relações Internacionais

Objetivos

Proporcionar a compreensão e o conhecimento do objeto de estudo das Relações Internacionais do Espaço Lusófono, por forma a saber e identificar as dimensões do Espaço Lusófono e conhecer os tipos de relações internacionais que desenvolve com o resto do Mundo e dentro deste espaço geográfico.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Entendimento e compreensão da estrutura e dimensões do espaço lusófono e das interações dos países que o integram e desses coma Comunidade Internacional.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas de síntese e diálogo destinados a proporcionar a compreensão das realidades subjacentes ás temáticas constantes do Programa da unidade curricular; método de avaliação que compreende a realização de dois testes escritos (frequências) e trabalhos individuais de análise crítica de temáticas específicas.

Bibliografia principal

Fernandes, A. J. (2015). Relações Internacionais: Evolução, Protagonistas e Teorias. Lisboa: Chiado Editora.

Fernandes, A. J. (2000). União Europeia e Mercusl. Dois Processos de Integação. Brasil: Ed. Univalli (edição portuguesa publicada em 1998, pela Universidade do Minho).
Berttrand, B. et al (2015). Un Monde d´Inégalités. L´état de Monde 2016. Paris: Éditions La Découverte.
Olivieira, H. et al (1998) . A ALCA e a Regulamentação do Comércio Mundial: Uma visão Brasileira. São Paulo: FTD Editora.