Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

História das Relações Internacionais

Curso

Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 45

Código

ULP290-10012

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Introdução: a história das relações internacionais: perspetivas teóricas, conceitos, problemáticas e principais abordagens.
2. A paz de Westefália (1648) e o moderno sistema internacional.
3. As relações entre as grandes potências europeias antes e depois do Congresso de Viena (1814-1815 ). Nacionalismo, Imperialismo e Diplomacia. A Primeira Guerra Mundial ( 1914- 1918), os Tratados de Paz de Versalhes ( 1919) e as suas cosequências.
5. A Segunda Guerra Mundial (1939-1945 ) e fim da hegemonia europeia.
6. A guerra fria (1945-1989 ) e o seu fim e do mundo bipolar com a hegemonia americana.
7.Novas ordens e desordens daí resultantes em especial depois do 11 de Setembro e o aparecimento dos nacionalismos.

Objetivos

Pretende-se que os estudantes aprendam conceitos e problemáticas do desenvolvimento da história das Relações Internacionais, desde a paz de Westefália até ao fim da Guerra Fria e ao aparecimento de novos problemas emergentes do fim da ordem bipolar.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Espera-se que da lecionação desta UC, os estudantes fiquem a conhecer os aspetos mais importantes das relações entre os estados do século XVll ao século XXl; Deste modo estarão aptos a enquadar que lhes serão ministrados ao longo do curso; Além disso, espera-se aumento da capacidade de compreenção, de análise e de síntese dos fenómenos históricos que mais influenciaram as relações internacionais.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas terão um caráter expositivo da responsabilidade do professor, devendo ser complementadas com a intervenção dos estudantes, designadamente através da apresentação dos trabalhos.Dada a vastidão da matéria o docente apresentará sínteses, usando o powerpoint.
A avaliação contínua constará de dois testes (35% cada) e de um trabalho individual apresentado em aula sobre um tema sugerido pelo docente (30%). A passagem na UC, para além da nota positiva, implica que nos testes os estudantes tenham uma avaliação, em média, de pelo menos 10 valores.

Bibliografia principal

- Duroselle , Jean Baptiste (2014). História das Relações Internacionais: De 1945 aos nossos dias. Lisboa: Edições Texto & Grafia.
- Kissinger, Henry. (2014). A Ordem Mundial: Reflexões sobre o Caráter das Nações e o Curso da História. Lisboa: D. Quixote
- Malchow, Howard Leroy (2016). History and International Relations. New York: Bloomsbury.
-Nye, Joseph S. Jr. ( 2002). Compreender os Conflitos Internacionais: Uma Introdução à Teoria e à História. Lisboa: Gradiva.
-Williams, Andrew, Amelia Hadfield and J. Simon Rofe.(2012) Internatinal History and International Relations. London: Routledge.
-Zorgbile, Charles (1995). Histoire des Relations Internationales (4 volumes). Paris: Hachette.