Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Estudos sobre Timor e os Países Luso-Asiáticos

Curso

Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 45

Código

ULP290-14771

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. A sobrevivência e o fim de restos importantes do Império Português do Oriente
a. A sobrevivência e o fim da presença portuguesa em Goa
1). Goa na história
2). Goa na atualidade
b. A sobrevivência e o fim da presença portuguesa em Macau
1). Macau na história
2). Macau na atualidade
2. Timor-Leste na história dos portugueses e da sociedade internacional
a. A situação geográfica e o clima
b. Alguns elementos de âmbito geral
c. A história
d. A agricultura
e. A economia e a ajuda internacionais
f. Os povos e as religiões
g. Os idiomas
h. A cultura
i. A política e a divisão administrativa
j. A estrutura política e administrativa
l. O balanço dos anos de independência política e de funcionamento do Governo: As opiniões de:
m. Alguns desafios

Objetivos

Esta unidade curricular procura:
1. Transmitir conhecimentos aprofundados sobre a formação e o desaparecimento do Império Português do Oriente, a realidade portuguesa e asiática quando os portugueses foram para Ásia e alguns resultados da presença portuguesa nessa região.
2. Analisar os elementos considerados fundamentais sobre a presença do Estado de Timor-Leste na história dos portugueses e da sociedade internacional.
3. Será dado destaque especial à análise histórica da presença dos portugueses em Timor-Leste, com uma visão da influência portuguesa para a criação da identidade timorense, essencial para o sucesso do seu processo de autodeterminação e de Estado ao serviço de suas populações e da sociedade internacional.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Os estudantes ficam (devem ficar) preparados para reconhecer a importância da presença de Portugal no Oriente como meio essencial para a difusão da cultura lusófona, tendo em consideração os laços históricos entre a Europa e a Ásia que os portugueses criaram, através de Goa, Macau e Timor-Leste.

Metodologias de ensino e avaliação

1. Em cada sessão de trabalho, o docente indica o esquema do assunto a desenvolver; e apresenta os principais conhecimentos existentes sobre ele.
2. Em cada sessão de trabalho, o docente (durante a sua exposição ou preferentemente após ela) apela à participação dos alunos presentes.
3. No final de cada sessão de trabalho, o docente refere o assunto a desenvolver durante a próxima sessão de trabalho e distribui elementos bibliográficos elaborados.
Promove-se a avaliação contínua. Neste âmbito:
1. É exigida a realização de um trabalho de aprofundamento sobre um dos assuntos incluídos no programa. Este trabalho não deve ultrapassar as 15 páginas, sendo classificado de 0 a 20 valores
2. São realizados dois testes. Cada teste recebe a classificação de 0 a 20 valores
3. A classificação final será a média das classificações obtidas nos três momentos de avaliação.
4. Os discentes que não forem aprovados na avaliação contínua ou que não se sujeitam a ela utilizam os exames.

Bibliografia principal

Martins, Manuel Gonçalves (2017), O colonialismo europeu no continente africano, Lisboa, Chiado Editora.
Martins, Manuel Gonçalves (2016), Desafios das relações internacionais, Lisboa, Chiado Editora.
Antunes, Luís Dias (2011), Memórias do Oriente. Índia, Timor e Moçambique, Linda-a-Velha, DG Edições
Martins, Manuel Gonçalves (2011), Os portugueses e os povos do continente asiático, Sintra, Pedro Ferreira Editor.
Alexandre, Valentim 1979), Origens do colonialismo português moderno, Lisboa, Sá da Costa.
Barbedo de Magalhães (1992), Timor Leste. Ocupação da Indonésia e o genocídio, Porto, Universidade do Porto.
Boxer, C.R. (1980), Relações raciais no império colonial português, Lisboa, Edições 70.
Boxer, c.r (1978), O império colonial português, Lisboa, Edições 70.
Martins, Manuel Gonçalves (1983), A evolução do império português e a conjuntura internacional, Tese de doutoramento em Relações Internacionais, Braga, Universidade do Minho