Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Economia Internacional

Curso

Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 45

Código

ULP290-723

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1ª PARTE: A TEORIA CLÁSSICA E NEOCLASSICA DAS TROCAS INTERNACIONAIS
1 - INTRODUÇÃO (Metodologia e objetivos da disciplina);
2 - TEORIAS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL;
3 - CONCORRÊNCIA IMPERFEITA, ECONOMIAS DE ESCALA E COMÉRCIO INTERNACIONAL;
4 - A COMPETITIVIDADE;

2ª PARTE - AS RELAÇÕES COMERCIAIS INTERNACIONAIS;
5 - POLITICA COMERCIAL INTERNACIONAL;
6 - AS VARIÁVEIS INSTRUMENTAIS DA POLITICA COMERCIAL;
7 - O SISTEMA COMERCIAL INTERNACIONAL GATT/OMC;
8 - AS POLITICAS COMERCIAIS DE DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO;
9 - A HEGEMONIA PRODUTIVA E COMERCIAL DA ÁSIA COOPERAÇÃO E INTEGRAÇÃO NA REGIÃO;
10 - O CONTINENTE AFRICANO: NOVA ETAPA NO COMÉRCIO INTERNACIONAL; COOPERAÇÃO E INTEGRAÇÃO;

3ª PARTE - AS FINANÇAS INTERNACIONAIS;
11 - A BALANÇA DE PAGAMENTOS E O ENDIVIDAMENTO EXTERNO;
12 - O MERCADO DE CÂMBIOS;
13 - OS MECANISMOS REEQUILIBRADORES DA BALANÇA DE PAGAMENTOS;
14 - OS PRODUTOS FINANCEIROS DERIVADOS;
15 - O FINANCIAMENTO INTERNACIONAL;
16 - AS CRISES FINANCEIRAS.

Objetivos

Pretende-se que esta unidade curricular contribua para a compreensão das temáticas do comércio internacional e os seus impactos na economia e no desenvolvimento económico mundial. O aluno deverá conhecer os vários modelos de comércio internacional e os seus impactos nas relações económicas internacionais.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Através do desenvolvimento programático desta unidade curricular visamos dotar os alunos com os conhecimentos indispensáveis para a compreensão da Economia Internacional e das suas principais áreas de intervenção, nomeadamente, Relações Comerciais Internacionais, Finanças Internacionais e Política Macroeconómica Internacional, bem como da relevância que assume, no atual contexto de globalização, evidenciando ainda a criação e o reforço dos Blocos de Integração Regional e os aspetos determinantes da Gestão de Negócios Internacionais.

Metodologias de ensino e avaliação

As aulas presenciais teórico-práticas baseiam-se, fundamentalmente, na exposição, debate e aprofundamento dos conteúdos programáticos.
No sentido de garantir um acompanhamento adequado dos conteúdos procurar-se-á fomentar a participação ativa dos alunos através da análise e discussão de textos de apoio, trabalhos individuais ou em grupo sobre os temas da aula ou da atualidade, sendo posteriormente objeto de exposição na sala de aula.

Avaliação Semestral: Contínua ou final

Avaliação Contínua constituída por:
- Trabalhos individuais/grupo ao longo das aulas - Ponderação na nota final 40%;
- Avaliação escrita ¿ Ponderação na nota final 50% (nota mínima = 6v)
- Assiduidade e participação nas aulas ¿ Ponderação na nota final 10%

Avaliação Final: Prova escrita de exame final (100%).

Bibliografia principal

Medeiros, E. (2013). Economia Internacional - Comércio e Finanças. Escolar Editora
Gomes, O. (2008). A dinâmica da Economia Internacional, Edições Colibri.
Krugman, P. (2013). Economia Internacional Teoria y Politica, Pearson Alhambra, 9ª edição.
Krugman, P. (2011). International Economics, Prentice Hall, 9 edition.
Salvatore, D. (2009). Introduction to International Economics. Study Guide.