Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Tecnologias da Construção de Edifícios II

Curso

Engenharia Civil (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

3 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 60

Código

ULP730-13648

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

ASPECTOS GERAIS DA CONSTRUÇÃO
TRABALHOS PRELIMINARES
Técnicas de demolição
Movimentação de terras
Escavações
Drenagem de escavações
Implantação de edificios
ACÇÕES E COMBINAÇÕES
Classificação das acções
Critérios de quantificação e combinação das acções
FUNDAÇÕES
Fundações directas, semi-directas e indirectas
EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS DE CONTENÇÃO TERRAS
Muros de suporte
Contenções periféricas: cortinas de estacas, paredes moldadas, paredes tipo ¿Berlim¿
PAREDES E COBERTURAS
Exigências Funcionais
Materiais
Soluções Construtivas
PAVIMENTOS
Soluções tradicionais e pré-fabricadas
EXECUÇÃO DE ESTRUTURAS EM BETÃO ARMADO
Betão:fabrico, colocação e cura Armaduras: fabrico, colocação,
Cofragem: características gerais, desmoldagem, descimbramento, tolerâncias
INSTALAÇÕES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS.
Instalações de águas, sistemas de distribuição, critérios de dimensionamento, materiais, instalações de esgotos domésticos, instalações de esgotos pluviais, regulamentaç

Objetivos

Esta disciplina tem como objectivo ensinar aos estudantes as diferentes tecnologias de construção existentes necessárias à construção de edifícios correntes. Deste modo, privilegia-se o estudo e compreensão da concepção e da tecnologia de execução dos elementos principais da construção de edifícios correntes, focados os aspectos gerais da construção.
Face à diversidade de soluções construtivas e de materiais disponíveis no mercado da construção civil, a disciplina pretende contribuir para o esclarecimento e estabelecimento de uma estratégia de abordagem que permita aos futuros engenheiros analisar e tomar a decisão mais adequada em cada contexto.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

No final do semestre, os estudantes deverão conhecer bem os processos construtivos de edifícios correntes, os seus campos de aplicação, as suas limitações e as respectivas vantagens e desvantagens fundamentais para a activares de projecto e de fiscalização, de forma a garantir a qualidade, o controlo de custos, a prevenção das patologias construtivas e a adequação do produto final ao mercado que se destina.

Metodologias de ensino e avaliação

METODOLOGIAS DE ENSINO:Os métodos de ensino-aprendizagem serão baseados no trabalho desenvolvido nas aulas, no estudo e na pesquisa/consulta de bibliografia pelo estudante. Durante as sessões teóricas, o docente fará a apresentação e discussão dos conteúdos programáticos, com aplicação dos conhecimentos adquiridos a situações concretas apresentadas.Nas sessões práticas, os estudantes serão envolvidos na discussão dos temas em análise e na resolução de exercícios ou problemas propostos, bem como lhes será solicitado trabalho a realizar fora da sala. Em determinados momentos, poderá exigir-se do estudante, individualmente ou em grupo, a exposição e defesa oral do seu trabalho.
AVALIAÇÃO: Semestral, de incidência contínua ou por exame final, de acordo com o Regulamento de Avaliação de Conhecimentos da ULP.
A avaliação contínua consiste na realização de 2 testes de avaliação (60%) e 2 conjuntos de trabalhos práticos (40%).O valor mínimo dos testes teórico-práticos é de 7,0 valores.

Bibliografia principal

Coelho, Silvério, 1996, Tecnologia das Fundações. Edições E.P.G.E., Lisboa.
Regulamento de Segurança e Acções para Estruturas de Edifícios e Pontes (RSA), 1983, Decreto-Lei nº 235/83 de 31 de Maio.
NP EN 1991-1-1:2009, Eurocódigo 1, Parte 1: Bases do Projecto e Acções em Estruturas
APICER Manual de aplicação de telhas cerâmicas. Coimbra, Associação Portuguesa de Industriais de Cerâmica e Construção, 1998.
APICER - Manual de aplicação de revestimentos cerâmicos. Coimbra, Associação Portuguesa de Industriais de Cerâmica e Construção, 2003.
APICER - Manual Alvenaria de Tijolo. 2ª Edição. Coimbra, Associação Portuguesa de Industriais de Cerâmica e Construção, 2009.
Serra Neves, A.e Camposinhos, R.S., 2010, Lajes Aligeiradas com Vigotas Pré-Tensionadas, FEUP Edições, ISBN:9789727520817.
Textos de apoio fornecidos ao longo das aulas.