Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Mecânica e Resistência dos Materiais

Curso

Engenharia Civil (ULP)

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

162 | 60

Código

ULP730-7686

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Introdução à mecânica dos materiais. Teoria das tensões. Tensões numa faceta arbitrariamente orientada. Tensões e direções principais.
Leis constitutivas: Lei de Hooke Generalizada.Força e deformação axial em regime linear e não-linear.
Flexão pura: hipóteses e relações fundamentais. Flexão em peças mistas.
Flexão composta e desviada. Núcleo central.
Deformação de peças à flexão.
Solicitações de corte: Tensões tangenciais devidas ao esf. transverso.
Secções fechadas e abertas de paredes finas. Fluxo de corte e centro de corte. Deformações devidas ao esf. transverso.
Torção elástica de elementos de secção não-circular e de secções de parede fina.
Combinação de solicitações: Análise de estruturas sujeitas a tensões provenientes de diferentes solicitações.
Critérios de rotura e dimensionamento.
Estabilidade e equilíbrio. Encurvadura: Dimensionamento de peças.
Métodos energéticos. Introdução e fundamentos. Energia elástica.
Conservação da energia. Teoremas de Castigliano

Objetivos

Pretende-se que os estudantes desenvolvam a habilidade para analisar problemas de forma simples e lógica, aplicando princípios fundamentais da mecânica dos materiais na obtenção da sua solução.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Noção de estados de tensão e deformação no interior de sólidos deformáveis. Desenvolvimento da noção de equilíbrio e compatibilidade em mecânica estrutural. Desenvolvimento da capacidade de análise de problemas que envolvam o comportamento mecânico de sólidos deformáveis. Determinação dos estados de tensões, extensões e dos campos de deformações em estruturas reticuladas sujeitas a diversas solicitações. Noção dos critérios de dimensionamento e verificação de segurança de estruturas. Desenvolvimento da capacidade de dimensionamento de estruturas simples.

Metodologias de ensino e avaliação

As sessões serão divididas em teóricas e práticas, ou teórico-práticas sempre que tal se revele mais apropriado. As componentes teóricas serão essencialmente expositivas, interrogativas e activas de modo a fomentar a motivação e participação dos alunos. As componentes práticas prender-se-ão essencialmente com a resolução de exercícios, com base nos conhecimentos apreendidos nas sessões teóricas. Em avaliação contínua, serão realizadas duas frequências durante o semestre, com duração máxima de 2 horas cada totalizando 95% da classificação final. Será promovida a resolução (fora de aula) e entrega de exercícios, que terá um peso de 5% na classificação final.

Requisitos mínimos para aprovação na disciplina em frequência:
- Média das frequências igual ou superior a 10 valores;
- Nota mínima em frequência: 6 valores.

Avaliação por exame final:
- Classificação igual ou superior a 10 valores.

Tempo de trabalho:

Contacto 60h
Individual 160h
Total 220h

Bibliografia principal

BEER, F, JOHNSTON JR., R., RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS, McGraw-Hill
V. DIAS DA SILVA, ZUARI, MECÂNICA E RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS, Edição de Livros Técnicos , Lda. ISBN 972-98155-1-8
EGOR POPOV, INTRODUCTION TO MECHANICS OF SOLIDS, Prentice Hall
CARLOS MOURA BRANCO, RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS, Gulbenkian
TIMOSHENKO E GERE, MECHANICS OF MATERIALS, Thomson Information
R.C. HIBBELER, MECHANICS OF MATERIALS, Prentice Hall
B. GORFIN e M. MARQUES DE OLIVEIRA, ESTRUTURAS ISOSTÁTICAS, Livros Técnicos e Científicos S.
FOLHAS DA CADEIRA