Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

HENRIQUE MIGUEL TABORDA VARAJIDÁS

Universidade Lusófona do Porto

P6120@mso365.ulp.pt

Nascido no Porto.
Licenciado em Ciência Política e Relações Internacionais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (17 valores). Melhor média final do curso no ano de graduação (2008).
Doutorado em Ciência Política e Relações Internacionais pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa (18 valores). Título da dissertação doutoral: "Visão, Velocidade, Vertigem e Violência: a mobilização total para a vitória final como essência do regime totalitário".
Formação avançada adicional em intelligence em contexto empresarial.

Habilitações Académicas

GRAUCURSOESTABELECIMENTOANO
DoutorCIÊNCIA POLITICA E RELAÇÕES INTERNACIONAUNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA2019
LicenciaturaCIÊNCIAS POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONUNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA2008
TIPO Descrição ANO
Comunicação oral apresentada em evento científico internacional Conferência Conservative Critics of Political Utopias (Part II), Universidade Católica Portuguesa-Universidade Católica Pázmány Péter: "How Not to Apply Conservatism to the Study of 'Utopian' Political Movements: The Limits of Hermann Rauschning's Analysis of Totalitarianism", Lisboa, 26/10/2016. 2016
Conferência ou comunicação em evento científico nacional Seminário, Centro de Investigação do Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa: "O impacto estruturante das narrativas sobre as origens do totalitarismo na investigação politológica dos regimes totalitários: os casos de Hannah Arendt e David Roberts", Lisboa, 27/11/2014. 2014
Artigo publicado em revista científica nacional com referee "De Sérgio para Salazar: a crítica do Estado Novo em nome do velho ideal", Revista Portuguesa de Ciência Política (2, 2012). 2012
Artigo publicado em revista sem referee (inclui os working papers) "O Regime de Sísifo: Niilismo, Massas e Poder numa Interpretação da Teoria do Totalitarismo em Hermann Rauschning", Revista Nova Cidadania (Verão, 2011). 2011