Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Ramificações: 7000 Carvalhos de Joseph Bueys

Inserido no Ciclo de Debates: "Ramificações: espaço de comunicação e arte"

Debate

Data

-

Online

André Carita
p4673@ulp.pt

04 Novembro 2020

Orador

Prof. Doutor Manuel Bogalheiro

Em 1982, o artista alemão Joseph Beuys propôs, para a exposição de arte contemporânea Documenta 7, um plano para plantar 7000 carvalhos em toda a cidade de Kassel, Alemanha. A cada carvalho a plantar correspondia uma pedra de basalto, inicialmente aglomerada numa grande pilha na praça em frente ao Museu Fridericianum. Por cada árvore plantada ao longo da área urbana, uma das 7000 pedras era retirada da pilha inicial e colocada ao lado de cada carvalho. Ao longo de cinco anos, Kassel foi “reflorestada” à medida que a concentração inicial de pedras na praça foi desaparecendo. Com o subtítulo “Reflorestação urbana em vez de administração urbana”, a ambiciosa obra de Bueys transformar-se-ia num profícuo, ainda que por vezes controverso, espaço de reflexão sobre ecologia e estética urbanas, as temporalidades do natural e do artificial ou a importância da biodiversidade nas políticas do espaço.

Clique aqui para aceder