Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Espaço comum e reconhecimento

A decorrer no âmbito do Ciclo de Conferências - Do Comum

Conferência

Data

Teatro Rivoli

Manuel Bogalheiro
manuel.bogalheiro@gmail.com

29 Outubro 2019

Sinopse
Propõe-se pensar o Comum a partir da concepção do domínio público de Hannah Arendt, para, de seguida, incidir no pensamento de Charles Taylor e, mais precisamente, na noção de espaço comum e na "política do reconhecimento". Reconhecer o outro segundo um princípio de igual dignidade, ou igualdade universal, e um princípio de diferença, está no âmago da vida pública e também da constituição da subjetividade (e da vida privada).
Com tal quadro referencial, o espaço comum da polis será encarado do ponto de vista da ação comum, do viver em conjunto, da visibilidade e da publicidade, prosseguindo até à discussão da asserção de Charles Taylor sobre a esfera pública enquanto "espaço extrapolítico, secular, metatópico".
Uma vez empreendido este trajeto, o desafio será debater se novas formas de ação e de espaço comuns, assim como novas formas de pensar o comum, estarão a emergir nos atuais movimentos de protesto sobre os problemas climáticos.

Orador

Isabel Babo

Isabel Babo é agregada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho, doutorada em Sociologia pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS) de Paris, licenciada em Filosofia pela Universidade do Porto. É investigadora do CICANT (Centre for Research in Applied Communication, Culture and New Technologies) e as suas áreas de especialização são a sociologia do acontecimento e da comunicação, as teorias do espaço público, das redes e dos públicos. É professora catedrática da Faculdade de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação (FCAATI) e reitora da Universidade Lusófona do Porto.