Contacto WhatsApp 961135355

Universidade Lusófona do Porto

Audição Cidadã: Que Estratégia Para Portugal?

Com a participação de João Gomes Cravinho, Ministro da Defesa Nacional.

Debate

Data

-

Sala Nobre

Elisabete Pinto da Costa
p2477@ulp.pt

01 Fevereiro 2022

Entrada livre, com apresentação de certificado de vacinação e/ou recuperação, condicionada à lotação da sala. RSFF através do e-mail ucdieei@gmail.com

Neste momento de grandes transformações na ordem internacional, Portugal repensa as suas grandes opções estratégicas e o seu impacto na política de segurança e defesa, tornando-se premente olhar para as opções no passado. O Ciclo de Debates sobre o Conceito Estratégico da Defesa Nacional (CEDN), nascido do projeto de recuperação do acervo documental do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (IEEI), tem como objetivo recuperar os debates em torno dos diferentes CEDN e do papel do IEEI nestes debates.

A Audição Cidadã "Que Estratégia para Portugal?" encerra o Ciclo e pretende abrir a discussão à sociedade civil - e em particular à juventude e aos estudantes. Nesta, a plateia terá oportunidade de colocar questões ao Ministro da Defesa Nacional, Prof. Dr. João Gomes Cravinho. A Audição, organizada pela Universidade Lusófona do Porto (ULP) terá lugar dia 1 de fevereiro de 2022, às 18h, no Sala Nobre da Universidade Lusófona do Porto. 

A discussão do conceito estratégico da defesa nacional lançada pelo governo providencia uma boa ocasião para auscultar as questões e preocupações da sociedade civil sobre aquelas que devem ser as grandes prioridades internacionais de Portugal e que impacto terão na política de defesa nacional. A Audição Cidadã pretende recuperar as questões dos debates passados acrescentando-lhe uma miríade de tantas outras:

Qual a importância de Portugal ter uma política de defesa? Para quê? Para defender o seu território? Para ajudar os outros países europeus? Para contribuir para a paz em África? Para garantir os direitos humanos? Qual a importância da NATO para Portugal? Deve a China ser vista como inimigo? Deve Portugal aliar-se aos Estados Unidos? Ou deve manter as suas prioridades em linha com a autonomia europeia? Deve Portugal contribuir para a garantia dos direitos humanos em países terceiros - como foi no caso de Ruanda, em que existia perigo de genocídio? No caso de haver perigo de genocídio, deve Portugal participar numa operação baseada no princípio de proteger? Qual a importância da defesa para a ecologia?

 

Programa
  • Boas-Vindas
    • Rosário Anjos, Vice-Reitora
  • Abertura
    • Álvaro Vasconcelos, antigo diretor do IEEI
    • Isabel Babo, reitora da Universidade Lusófona do Porto
  • Audição
    • João Gomes Cravinho, Ministro da Defesa Nacional