Universidade Lusófona do Porto

Abertura de ano letivo marcado pelo anúncio de novos cursos

Abertura do ano letivo da Faculdade de Ciências Económicas, Sociais.



O passado dia 17 de Outubro de 2017, ficou marcado pela sessão solene de abertura do ano letivo da Faculdade de Ciências Económicas, Sociais e da Empresa Universidade Lusófona do Porto. A sala de atos, palco do evento, se tornou, rapidamente, o local para dar aos boas vindas a algumas caras conhecidas e a outras que são novas no percurso universitário.

A sessão foi oficialmente aberta por volta das 11 horas e, no comando, o prof. doutor José Manuel Moreira - Professor Catedrático e Diretor da Faculdade de Ciências Económicas, Sociais e da Empresa da ULP desde fevereiro de 2016, iniciou realçando a importância da qualidade dos estudantes e o seu empenho num curso que foi a sua escolha.

No decorrer da conferência, foram levantadas várias problemáticas no que concerne à atualidade do nosso país e às bases que fundamentam cada curso: a problemática do desequilíbrio económico da sociedade, o problema que assola o nosso país relativamente aos incêndios e, ainda, o desafio que serão os novos cursos.

Pela voz de Francisco Veiga - professor catedrático da Universidade do Minho e presidente da European Public Choice Society- surgem algumas considerações em relação aos "Efeitos da limitação dos mandatos dos autarcas nas finanças locais e na participação eleitoral."

Por volta do 12h, anunciam-se e divulgam-se os novos cursos, que agora iniciam a sua presença na universidade lusófona do porto. António Tavares, presidente da Santa Casa da Misericórdia do Porto, dá arranque ao ano letivo da Licenciatura em Ciência Política- como diretor- sendo esta, a primeira licenciatura em Portugal nesta área científica e uma das principais referências da Universidade.

Para além disso, uma Pós-Graduação em Escola Austríaca de Economia, sob a alçada de Rui Albuquerque, Diretor do Instituto de Estudos Políticos e Económicos da ULP e, ainda, Master in Public Administration, por José Carlos Pimenta Machado, Diretor da Administração da Região Hidrográfica do Norte, da Agência Portuguesa do Ambiente.

António Cândido de Oliveira, diretor da Faculdade de Direito e Ciência Política da Universidade Lusófona do Porto, ficou responsável pelo encerramento da conferência e regista o objetivo em cultivar a formação académica e profissional nos vários domínios em que se desenvolvem as ciências sociais, económicas e empresariais.

É de acentuar a afluência dos alunos a esta cerimónia de abertura do ano letivo, sendo que este promete uma renovada e atual discussão dos problemas que são, agora, uma realidade social.