Universidade Lusófona do Porto

Introdução ao Pensamento Contemporâneo

Curso

Ciências de Engenharia Aeroespacial

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

135 | 60

Código

ULP1393-117

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Modalidade de Ensino

Face-a-face

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1-A Génese do Pensamento contemporâneo.
2. Pensamento político moderno : Maquiavel e o Príncipe; Hobbes e o Leviathan.
3. Grandes pensadores da viragem do Antigo Regime para o mundo Contemporâneo: Locke, Montesquieu, Rousseau, e Voltaire .
4. Revolução Industrial, socialismo utópico e marxismo.
5. De Adam Smith a Milton Friedman. As mudanças do pensamento económico.
6. A Globalização: a revolução da sociedade da Informação e o cosmopolitismo.

Objetivos

Adquirir conhecimentos históricos e desenvolver a atitude crítica relativamente aos modelos teóricos de compreensão da realidade social;
Adquirir conhecimentos de caráter interdisciplinar que permitam aos estudantes obter instrumentos para uma melhor compreensão da sociedade atual;
Incutir nos estudantes práticas de investigação sobre pensadores contemporâneos, de forma a construírem progressivamente uma bagagem cultural adequada aos desafios desta UC e de uma aprendizagem ao longo da vida.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Identificar as teorias que explicam o mundo atual;
Apreender a tomar decisões em enquadramento social e político;
Perceber o contexto de desenvolvimento do pensamento contemporâneo;
Desenvolver um trabalho prático e colaborativo, com recurso a uma investigação orientada, análise e síntese de artigos científicos.

Metodologias de ensino e avaliação

As metodologias de ensino incluem: aulas de natureza expositiva, discussão de textos dos grandes pensadores e elaboração/apresentação de trabalhos de pesquisa bibliográfica realizados individualmente e em trabalho colaborativo.
Os estudantes optam por uma das seguintes modalidades de avaliação:
1. Avaliação contínua em regime presencial: uma frequência (50 %) e um trabalho de pesquisa bibliográfica com componente escrita e oral (30% + 20%);
2. Avaliação final consiste na realização de um exame escrito que incidirá sobre as componentes teórica e teórico-prática, pelo que serão selecionados para objeto de avaliação um conjunto de artigos discutidos em sala de aula. Este critério é extensivo aos exames de todas as épocas de avaliação.

Bibliografia principal

Amaral, D. F. (2012). História do Pensamento Político Ocidental. Coimbra: Almedina.
Friedman, M. (1999).Capitalismo e Liberdade. S. Paulo: Nova Cultura.
Fukuyama, F. (1992). O Fim da História. Lisboa: Circulo dos Leitores.
Giannotti, J. (2010).Certa herança marxista [online].Available from SciELO Books.
Giddens, A. (2003). Mundo em descontrole. O que a globalização está fazendo de nós. Rio de Janeiro: Record.
Moraes , R. (2001). Neoliberalismo: de onde vem, para onde vai?. São Paulo: SENAC.
Neves, F. (2007). Introdução ao Pensamento Contemporâneo. Lisboa: EdiçõesLusófonas.
Prélot, M.& Lescuyer, G. (2001). Histoire da Idées Politiques, (14ª ed.) Paris: Dalloz.
Schwanitz, D. (2004). Cultura: tudo o que é preciso saber. Lisboa: D. Quixote.
Skinner, Q. (1999). AS Fundações do Pensamento Político Moderno. São Paulo: Companhia das Letras.